Home / + Goias / Agrodefesa investe R$ 140 mil para modernizar serviços de classificação vegetal

Agrodefesa investe R$ 140 mil para modernizar serviços de classificação vegetal

Com investimento superior a R$ 140 mil, a Agência Goiana de Defesa Agropecuária – Agrodefesa comprou novos equipamentos com o objetivo de modernizar seus procedimentos e assegurar maior exatidão nos serviços de classificação vegetal. Foram adquiridos, por meio de licitação, oito determinadores/medidores de umidade, do modelo G1000 da marca Gehaka, os únicos aprovados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – Inmetro para esta atividade, conforme estabelecido na Portaria nº 28 de 14 de fevereiro de 2017 do órgão.

O presidente da Agrodefesa, José Manoel Caixeta, explica que a utilização desses instrumentos vai agilizar os serviços e garantir maior precisão nas análises feitas pelo LabSem em grãos. Também atendem à determinação do InMetro, fixada na Portaria nº 402, de 15 de agosto de 2013, que estabelece o uso de equipamentos digitais com amostras não destrutivas. Conforme Caixeta, essa é mais uma medida adotada pelo Governo do Estado, por meio da Agrodefesa, para oferecer serviços cada vez mais qualificados aos usuários.

Treinamento

Quinze profissionais classificadores que atuam no Laboratório de Controle de Qualidade de Sementes e Mudas – LabSem, da Agrodefesa, no Setor Universitário, em Goiânia, e também em cidades do interior, participaram hoje (21/6) de treinamento ministrado pelo instrutor Eduardo Bertini, da empresa Gehaka, para uso correto dos novos equipamentos. Os determinadores de umidade vão substituir equipamentos antigos e, além de Goiânia, serão instalados nos municípios de Ceres, Anápolis, Mineiros, Jataí, Rio Verde, Bom Jesus e Chapadão do Céu.

A gerente do LabSem, Ana Carla Lucas, explicou que a aquisição desses equipamentos representa um avanço significativo no trabalho dos técnicos, já que a determinação da umidade é fundamental na classificação vegetal. A Agrodefesa presta serviços para pequenas cerealistas, compras do Governo em todos os níveis, compras da Companhia Nacional de Abastecimento – Conab e produtores rurais que precisam classificar grãos, para comercialização e/ou armazenamento.

Participaram do treinamento os classificadores Luiz de Oliveira Ferreira (Ceres); Claudionor Barbosa (Anápolis); Divino Omar Vieira (Bom Jesus); Vilmar Alves Fernandes (Bom Jesus); Zenildo José da Costa (Mineiros); Ronan Ribeiro Benevides e Roosevelt Nunes Rocha (Jataí); Weslei Dias Silva e Carlos Vieira de Souza (Rio Verde); Amanda Rabello Martins, Carlos Honório Ferreira, Laerte de Souza Júnior e Messias Pereira dos Santos (Goiânia).

Comentários

Comentários

Rolar para o Top