Home / Cidades / Após polêmica com operação consorciada, prefeitura discute Plano Diretor no Jardim Botânico

Após polêmica com operação consorciada, prefeitura discute Plano Diretor no Jardim Botânico

A Secretaria Municipal de Planejamento Urbano e Habitação (Seplanh) e o Instituto Comunidade Pró-Logística Urbana (ILOGU) realizam nesta terça-feir (9/1) audiência pública para apresentação dos trabalhos de revisão do Plano Diretor de Goiânia. O encontro acontece a partir das 18h30 na sede do Instituto, localizada na Avenida Jardim Botânico, na Vila Redenção.

“Ali na região Sul está uma das maiores reservas ecológicas da capital, o Jardim Botânico, e os moradores dos bairros vizinhos ao espaço tem muitas dúvidas quanto ao futuro daquele local. Queremos ouvir quem vive ali, sanar suas dúvidas e, juntos, definirmos o melhor destino para aquela região e seus moradores”, disse Henrique Alves, superintendente de planejamento urbano e gestão sustentável da Seplanh.

OUC

Em 2017, um decreto do prefeito Iris Rezende, datado de 06 de setembro, tornou de “utilidade pública, para fins de desapropriação”, imóveis particulares localizados no perímetro próximo ao córrego Botafogo. São 3 vilas, sem delimitação de quadras, que serão desapropriadas em até 90 dias, desde a data de publicação da resolução que obriga mais de 1000 famílias a deixarem o local.

A área, segundo a prefeitura de Goiânia destina-se ao prolongamento da Avenida Marginal Botafogo.

Acontece que grande parte dos imóveis desapropriados ficam no entorno do Jardim Botânico e no setor Pedro Ludovico, o que voltou à tona a discussão a cerca da viabilidade da chamada Operação Urbana Consorciada (OUC) Jardim Botânico.

Segundo a vereadora Dra. Cristina Lopes (PSDB), na época “o decreto deixa claro que ele [prefeito Iris Rezende] quer destinar a área para exploração imobiliária”. “A população organizada tem que interferir neste jogo. A prefeitura está dando um direcionamento claro para transformar aquela região em prédios”, disse.

Por Matheus Monteiro, Jornal Opção

Comentários

Comentários

Rolar para o Top