Benedito Torres vence eleição para procurador-geral de Justiça com votação histórica

0
76

O procurador Benedito Torres Neto venceu hoje (8/2) a eleição para procurador-geral de Justiça de Goiás, com 266 votos, o que representa 70,3% do total. É a primeira vez que um candidato a PGJ alcança essa votação numa disputa eleitoral. O resultado final da votação no Ministério Público de Goiás foi proclamado pela Comissão Eleitoral por volta das 18h45, na sala do Colégio de Procuradores de Justiça.

O promotor Carlos Alberto Fonseca foi o segundo mais votado, com 212 votos, enquanto o procurador Aylton Flávio Vechi conquistou 142 votos. Os três mais votados integrarão a lista tríplice a ser encaminhada na segunda-feira (11/2) ao governador Ronaldo Caiado, a quem cabe a nomeação do chefe do Ministério Público para o biênio 2019-2021 (clique aqui para conferir o resultado).

A votação dos outros seis candidatos ficou assim: pela ordem, Leila Maria de Oliveira, 123 votos; Mário Henrique Cardoso Caixeta, 122 votos; João Teles de Moura Neto, 55; Fernando Aurvalle Krebs, 45; Umberto Machado de Oliveira, 24, e Villis Marra, 21. Ao todo, 378 membros do MP (promotores e procuradores) participaram da eleição. A abstenção foi de 7,1%. Não foram registrados votos brancos nem nulos.

A votação
Durante todo o dia, procuradores e promotores de Justiça de todo o Estado passaram pela sala do Colégio de Procuradores (sala 201), onde foi instalada a urna para votação manual. Diante da disputa inédita, com nove candidatos e das outras duas eleições (para indicados ao CNMP e CNJ), o edifício-sede do MP-GO, no Jardim Goiás, ficou movimentado durante todo o período de votação e também na apuração, que foi transmitida também pelo portal MPTV, no site da instituição.

Os votos foram apurados pela comissão eleitoral, comandada pelo procurador Wellington de Oliveira Costa e integrada pelos também procuradores Sérgio Abinagem Serrano e Sandra Beatriz Feitosa