Home / Cidades / Câmara aprova criação de duas universidades federais em Goiás

Câmara aprova criação de duas universidades federais em Goiás

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (19/12) a criação de duas novas universidades federais em Goiás, nas cidades de Catalão e Jataí. Os dois projetos de lei de autoria do poder Executivo ainda têm que passar por votação no Senado Federal.

No caso de Jataí, a universidade será integrada pelas unidades de Riachuelo e de Jatobá, com a transferência automática dos cursos de todos os níveis e dos alunos regularmente matriculados, assim como os cargos ocupados e vagos do quadro de pessoal da Universidade Federal de Goiás alocados no campus de Jataí e todo o patrimônio do campus.

Da mesma forma em Catalão, onde a universidade será integrada pelo campus de Catalão, constituído das unidades 1 e 2, com a transferência automática dos cursos de todos os níveis e dos alunos regularmente matriculados, assim como os cargos ocupados e vagos do quadro de pessoal da Universidade Federal de Goiás alocados na cidade e todo o patrimônio do campus.

A criação foi aprovada pelo plenário da Câmara dos Deputados nesta terça-feira. Os deputados aprovaram, ao todo, quatro projetos de lei que criam as universidades federais de Catalão (UFCAT), Jataí (UFJ) , Rondonópolis (UFRD) e do Delta do Parnaíba (UFDPar). A bancada goiana na Câmara e o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB) comemoraram a aprovação dos projetos.

“É uma vitória da Educação em Goiás e resultado dos avanços do Estado na promoção da qualidade de todo o sistema de ensino”, disse Marconi. “Com a aprovação das duas universidades, a Câmara dos Deputados reconhece dos avanços de Goiás na formação acadêmica, na extensão e na pesquisa, fruto do trabalho dos professores, prefeitos, do Estado e da dedicação de nossos alunos que veem na Educação o caminho mais seguro para a emancipação, o progresso e a cidadania”, completou.

Para o deputado Daniel Vilela (PMDB-GO), que relatou um dos projetos e negociou a votação de hoje, não importa a disputa política, mas a criação de zonas de desenvolvimento em seu estado. “Nessa era em que vivemos, do conhecimento, não tem nada mais importante para nosso estado que a criação desses dois polos de tecnologia, de conhecimento e de desenvolvimento, tanto para Jataí quanto para Catalão”, disse.

O deputado Rubens Otoni (PT-GO), relator da outra proposta, disse que a matéria expressa o compromisso de seu partido com a luta pela educação pública de qualidade. “Esses campi já estão maduros, mais de 10 mil alunos e mais de 30 cursos, em Jataí e Catalão. Fortalecer o trabalho desenvolvido pela universidade federal do nosso estado, porque esse desmembramento cria as condições necessárias para melhor atendimento da nossa comunidade universitária”, disse.

Agência Câmara

Comentários

Comentários

Rolar para o Top