Empresa australiana vai investir 39 milhões na exploração de ouro em Faina

0
126

O vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, Científico e Tecnológico e de Agricultura, Pecuária e Irrigação (SED), José Eliton, foi, ao lado do governador Marconi Perillo, um dos signatários do Protocolo de Intenções que oficializou a chegada da empresa australiana Orinoco Gold Limited a Faina, cidade localizada a cerca de 200 quilômetros da Capital. Ela investirá R$ 39 milhões na implantação de uma unidade industrial para extração, beneficiamento e fundição de ouro e deve começar a operar já a partir de 2016.

Em discurso durante solenidade realizada no 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, José Eliton afirmou que a Secretaria que ele comanda foi criada pelo governador Marconi Perillo com a atribuição específica de manter as bases para que o Estado de Goiás continue sendo referência nacional. “Desenvolvimento econômico é uma busca incessante”, destacou.

Lembrou também que Goiás é o segundo maior produtor de minérios no Brasil e, assim, a chegada da Orinoco Gold tem grande importância para o Estado, responsável por 27,4% da produção brasileira de ouro – o segundo maior no ranking nacional. “O mundo já volta os olhos para Goiás”, ressaltou.

Para o vice-governador e secretário, é fundamental que o avanço econômico seja acompanhado de avanço social. O Protocolo de Intenções assinado com a empresa australiana destaca que a iniciativa busca valorizar o trabalho e as atividades produtivas, com a finalidade de garantir a elevação do nível de vida da população.

Ao final, José Eliton mencionou o empenho de todos os servidores da SED que se esforçaram no processo de articulação para a vinda da empresa Orinoco Gold a Goiás, citando ainda o secretário-executivo do Conselho Superior para Promoção de Investimentos e Negócios Internacionais, Leonardo Jayme. Os superintendentes executivos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico também participaram da solenidade.

A Orinoco Gold foi representada pelo seu presidente no Brasil, Klaus Petersen. Ele explicou que a empresa adquiriu a lavra que pertencia a outra empresa australiana – a Sertão -, que operou com sucesso durante quatro anos na região. Segundo ele, as sondagens técnicas feitas no local mostraram a possibilidade de operação em três novas minas, além da que já era explorada. O projeto, segundo Petersen, envolve um profundo trabalho de pesquisa que será realizado assim que a empresa iniciar o processo de operação. Durante a apresentação do plano de atuação da Orinoco, ele ainda afirmou que a empresa tem projetos bem mais duradouros para a região.

Responsabilidade
Uma das ações previstas pela SED como parte do Protocolo de Intenções é a implantação de cursos para a qualificação de profissionais especializados. Um dos cursos programados para atender a demanda da região é o de Engenharia Mecânica. O protocolo assinado prevê um prazo máximo de 24 meses para a implantação.

criação de site