Empresários terão incentivo

0
29

O governador Marconi Perillo anunciou que viabilizará crédito outorgado para todos os empresários que comprarem áreas no Complexo Empresarial Metropolitano Norberto José Teixeira (CEM), empreendimento lançado ontem em Aparecida de Goiânia. 

A ideia do projeto, segundo Marconi, veio do ex-prefeito de Anápolis, João Gomes.

“Conceder 100% de crédito outorgado, de crédito de ICMS para todos os que comprarem áreas nesse empreendimento. É o primeiro projeto, de alguns que temos, em que o governo do Estado irá devolver o dinheiro que for pago por meio do crédito outorgado em valores que serão reduzidos em parcelas durante determinado tempo. É uma forma que encontramos de viabilizar não apenas empreendimentos do governo, mas parcerias com a iniciativa privada”, pontuou.

O complexo será construído em uma área da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Goiás (Codego), com mais de 2,2 milhões de metros quadrados, o equivalente a mais de 150 campos de futebol. O custo da obra é avaliado em R$ 47,3 milhões.

O consórcio de empresas responsável pela implantação do empreendimento investirá R$ 178,2 milhões nas obras que gerarão mais de 400 empregos diretos. A previsão é de que, depois de instalado, o complexo gere 12 mil empregos diretos e 25 mil indiretos.

Ao participar da cerimônia, Marconi destacou que a “parceria resultará em investimentos na ordem de R$ 70 milhões”. “Será um dos principais complexos industriais do país. A Codego terá 30% desse investimento. E, ao final dele, um retorno de R$ 100 milhões. Portanto, um negócio muito importante para nossa economia e desenvolvimento”, refletiu o governador.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Francisco Pontes, lembrou que “temos, aqui, um projeto que vai desenvolver ainda mais o Estado de Goiás e consolidá-lo como referência em políticas públicas”.

“Em nome de minha família, agradeço a homenagem ao meu pai. Em 2010, o governador se comprometeu a apoiar esse projeto e hoje ele começa a se concretizar. Seremos sempre gratos”, disse Tatá Teixeira, filho de Norberto José Teixeira, que foi prefeito de Aparecida por dois mandatos e deputado. Ele morreu em 2011.

“Reconheço, de público, tudo que Marconi fez pela cidade não apenas no meu governo, mas em todos os outros. Minha alegria é muito grande por participar desse evento. Damos, aqui, um passo importante para consolidar ainda mais Aparecida de Goiânia como um dos maiores polos industriais de Goiás. Agradeço ao Estado pela doação da área”, declarou o prefeito Gustavo Mendanha (MDB) sobre o empenho do governador.

“Nunca na história de Goiás tivemos um governador tão comprometido com o Estado. Para comprovar, basta andar por Goiás”, declarou o deputado estadual Marlúcio Pereira, que é representante de Aparecida na Assembleia Legislativa. (*Especial para O Hoje) 

Itego está com 92% de obras concluídas 

O governador Marconi Perillo vistoriou as obras do Instituto Tecnológico do Estado de Goiás – Itego (Paulo Renato de Souza), de Valparaíso de Goiás, nesta quinta-feira. A obra com custo de R$8,1 milhões conta com recursos do Tesouro Estadual e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

“Essa obra significa muito para o município, pois ela possibilitará a Valparaíso atrair mais empresas e indústrias, porque aqui vai ser formada a mão de obra que atenderá as empresas daqui para a frente”, comemorou Marconi ao visitar o projeto em fase final de construção.

A deputada estadual Lêda Borges (PSDB) acompanhou o governador e reconheceu o trabalho realizado pelo governo na cidade. “Valparaíso de Goiás é uma cidade antes de Marconi Perillo, e outra depois dele, porque ele é um guerreiro que não foge à luta quando o tema é o povo dos municípios goianos do Entorno do DF”, salientou.

Os cursos profissionalizantes dos Itegos são voltados para as necessidades do mercado de trabalho, cada vez mais exigente, no mundo globalizado.

O Itego oferecerá gratuitamente educação profissional e técnica de nível médio e educação profissional tecnológica de graduação e de pós-graduação. A unidade contará com 12 salas de aula, biblioteca, laboratórios, auditório, biblioteca, quadra poliesportiva, refeitório e área de vivência. 

Cidade recebe Estação de Tratamento de Esgoto 

Ainda em Valparaíso, o governador Marconi Perillo entregou à população da cidade a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Marajó e a ampliação do Sistema de Esgoto Sanitário do município, com investimento de R$ 10,5 milhões do Goiás na Frente. “Fiz questão de vir aqui para inaugurar esta obra porque ela é a de número 89, e quando eu assumi o governo eram apenas 12 estações de tratamento de esgoto em Goiás”, explicou.

A nova ETE Marajó possui capacidade de tratamento de até 30 litros por segundo. “O senhor (Marconi Perillo) está deixando um legado de 98% de saneamento, ou seja, de água; e 60% de tratamento de esgoto”, disse a deputada estadual Lêda Borges, que já foi prefeita da cidade.

A ETE Marajó “representa cuidado com o meio ambiente e com a saúde das famílias. Antes, com as fossas, as pessoas adoeciam muito mais. Com a ETE, elas ganham em qualidade de vida e o Estado deixa de gastar com tratamento médico, aí sobra mais dinheiro para investirmos em outras áreas”, disse o governador. 

Zé Eliton lança Atlas Agropecuário

O vice-governador Zé Eliton e o presidente da Agência Goiana de Assistência, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater), Pedro Arraes, lançaram ontem o Atlas Rural e Agropecuário de Goiás. Objetivo da ferramenta é orientar prefeitos a desenvolverem políticas públicas para suas cidades e ajudar produtores rurais a melhorarem seu trabalho.

“A Emater está se aproximando dos municípios menores e mais distantes, o que o governo de Goiás já vem fazendo há muitos anos. Goiás está se tornando um estado cada vez mais inovador, aberto às novas ideias e possibilidades. A partir de agora, o produtor tem a sua disposição ferramentas para o hoje e para o amanhã”, afirmou Zé Eliton em referência às informações contidas no atlas que vão ajudar os produtores.

O presidente da Emater, Pedro Arraes ressaltou que inovação é a palavra-chave da agência, que apresentou, com o atlas, o seu marco inicial. “Estamos criando um ambiente da cultura de inovação, com todo o respaldo do governador Marconi e do vice Zé Eliton. Este momento é o coroamento da Emater”, comemorou.

Presidente da Federação Goiana dos Municípios (FGM), o prefeito de Campos Verdes, Haroldo Naves, reconheceu que o atlas vai facilitar o trabalho dos prefeitos, ajudar produtores e empresários, e a população em geral.  “A agricultura familiar é a indústria da maioria dos municípios. Esse apoio é importantíssimo para nós”, afirmou.

O Prefeito de Silvânia, Zé Faleiro, ressaltou a importância do atlas para os pequenos produtores e os gestores municipais. “Os pequenos produtores não têm facilidade de acesso às tecnologias mais avançadas. Esse relatório detalhado vai ajudá-los muito. E o prefeito, com esse atlas, vai conhecer a potencialidade de cada região, levar programas, atender as demandas e melhorar a atividade econômica da cidade”, enumerou. 

fonte: O HOJE