“Não podemos confundir professor com militância do PSTU”, diz Caiado após protesto de servidores

0
19

“Os professores estão exatamente trabalhando, educando e lutando para que Goiás seja referência no cenário nacional”

 

Depois de participar de uma sessão turbulenta na Assembleia Legislativa de Goiás e de ser vaiado por servidores que ocupavam a galeria da Casa, Ronaldo Caiado deu entrevista coletiva à imprensa e disse que os manifestantes que o vaiaram não podem ser confundidos com professores.

“Não podemos confundir professores com militância do PSTU. Os professores estão exatamente trabalhando, educando e lutando para que Goiás seja referência no cenário nacional”, disse.

Questionado sobre previsão para o pagamento do mês de dezembro, Caiado diz que será feito assim que possível. “No momento que nós tivermos condições nós vamos pagar. Com o caixa do Estado eu não condições de saldar todos os compromissos”.