Home / + Goias / Secima sedia Workshop sobre Mineração

Secima sedia Workshop sobre Mineração

Os principais projetos de expansão de mineradoras em Goiás foram apresentados aos analistas da Secima nesta segunda-feira (11/06), durante o Workshop Compartilhando Experiências para o Crescimento da Mineração Responsável, realizado no auditório do órgão, no setor Universitário. A promoção é uma parceria da Secima com a Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), através da Câmara Setorial de Mineração (Casmin), e conta ainda com o apoio da Secretaria do Desenvolvimento (SED).

Na abertura do evento, o titular da Secima, Hwaskar Fagundes, destacou a importância do workshop, como uma oportunidade para que Governo do Estado e iniciativa privada possam “interagir, conversar, dialogar e apresentar suas necessidades”, de forma a melhorar e agilizar o processo de licenciamento ambiental dos empreendimentos minerais. Ele lembrou que os investimentos de mineração são de valores altos e estratégicos para Goiás. “Nossa intenção é que possamos ter ganhos de produtividade e agilizar os processos”, afirmou.

A superintendente de Licenciamento e Qualidade Ambiental da Secima, Gabriela do Val, anunciou que em breve a Secima vai adotar o sistema de acolhimento dos pedidos de licenciamentos on-line, via internet. Mas, que além de apresentar a nova sistemática, a Secima gostaria de ouvir os representantes do setor privado, que serão seus principais usuários. “Nossa intenção é buscar a melhoria no processo de licenciamento ambiental”, destacou.

Conforme o superintendente de Mineração da Secretaria do Desenvolvimento (SED), Tasso Mendonça Júnior, a palavra-chave no relacionamento do setor da mineração com o Governo de Goiás é a cooperação, por isso a importância da realização do workshop sobre a atividade. “A mineração é um bem da União, mas explorada por agentes de mercado que querem análises rápidas para garantir retorno aos seus investimentos de capital”, afirmou.

Destaque

O presidente da Câmara Setorial de Mineração da Fieg, Wilson Borges, lembrou que o setor mineral é a terceira atividade mais importante de Goiás e que desempenha papel de destaque no desenvolvimento socioeconômico do Estado. Ele acrescentou que a maioria dos projetos a serem apresentados aos participantes do workshop são de projetos já licenciados, com exceção da Mineradora Serra Verde, que anunciou projeto de exploração de terras raras em Minaçu, no Norte do Estado.

Durante o evento, foram apresentados aos analistas ambientais da Secima os principais projetos de expansão das mineradoras, detalhando os conceitos utilizados, a importância dos negócios, tempo de implantação, métodos de lavra, tecnologias de gestão, monitoramentos ambientais, entre outros.

Comentários

Comentários

Rolar para o Top