Anestesista preso no Rio de Janeiro confirma à polícia que estuprava pacientes

0
42

O colombiano diz que ‘aguardava a melhor hora’ e aproveitava ‘para esfregar seu pênis nas pacientes’

O médico colombiano Andres Eduardo Oñate Carrillo, de 32 anos, admitiu à polícia tanto ter abusado de pacientes quanto ter armazenado pornografia infantil. O anestesista foi preso nesta segunda-feira (16), no Rio de Janeiro (RJ), por estuprar pelo menos duas mulheres sedadas durante cirurgias.

“O declarante não sabe precisar o motivo pelo qual nutriu dentro de si a compulsão em ver e armazenar pornografia infantojuvenil”, narra o termo de declaração obtida pelo site g1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui