Bares reabrem em Goiânia na terça com autorização da Prefeitura

0
42

A Prefeitura de Goiânia decidiu que os bares reabrirão já na próxima terça-feira (14). Além desses estabelecimentos, restaurantes, já eram cogitados. Porém, funcionamento está condicionado a medidas “rígidas” de segurança e higiene.

A decisão para o retorno das atividades econômicas não essenciais aconteceu após reunião, no Palácio das Esmeraldas, entre equipes do Governo Estadual e do Paço.

Por enquanto, as feiras especiais, como da Lua, do Sol e Feira Hippie, não poderão funcionar, porém, no novo decreto está programada a data de retorno delas.

Região da Rua 44

Nesse contexto, os lojistas da região da Rua 44 já se preparam novamente para reabertura, que também está prevista para a próximo terça (14). O presidente da Associação Empresarial da Região da 44 (AER44), Jairo Gomes, informou que na próxima segunda-feira (13), pela manhã, o polo comercial passará por um novo trabalho de sanitização, feito por empresa especializada.

Anteriormente, a ação já tinha sido realizada há cerca de duas semanas, mas foi suspensa uma vez que um novo decreto municipal determinou que a região continuasse fechada por mais 14 dias, completando mais de 115 dias de fechamento, com exceção do dia 30 de junho, quando ficou um dia aberto, quando vigorou um dos decretos da Prefeitura para a retomada.

“Estamos retomando todas aquelas ações preventivas previstas no decreto municipal anterior que autorizava a volta das nossas atividades, mas que acabou tendo seus efeitos suspensos com um novo decreto determinando o fechamento da 44 e o funcionamento no esquema de 14 por 14, ou seja, fechando 14 dias e abrindo outros 14”, explicou Gomes.

O atendimento no local deve sofrer alterações, como de horários, funcionando das 9h às 17h, com restrições de caravanas. “Já negociamos com os guias turísticos da 44 que a vinda de caravanas de compras de outros estados está suspensa temporariamente”, afirma o presidente.

Assim também, ruas perpendiculares às avenidas 44 e Contorno estão fechadas, para proibir o estacionamento e a circulação de veículos. “Esta é uma medida importantíssima, pois além de dar mais espaço para quem for região, garantindo a questão do distanciamento entre as pessoas, coíbe também a atuação dos ambulantes”, salienta o líder empresarial.

 

criação de site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui