Caiado diz que Bolsonaro garantiu que dará fim à crise no Congresso

0
275

Em reunião com Jair Bolsonaro (PSL) nesta quarta-feira, 27, o governador Ronaldo Caiado (DEM) disse que teve uma conversa de amigos com o presidente e garantiu que o capitão se comprometeu a dar fim à crise com o Congresso e dialogar com líderes, deputados e senadores em busca da aprovação da Reforma da Previdência e outros projetos.

É preciso lembrar que Caiado tem defendido que o Democratas passe a se definir base do Governo. A proposta pode ter encontrado ainda mais resistência dos correligionários quando iniciaram-se desentendimentos entre o líder do Planalto e o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM). A crise ganhou corpo com a desistência de Guedes de ir ao parlamento na terça-feira, 26, para falar sobe a reforma.

Segundo Caiado, o encontro lhe possibilitou dar conselhos a Bolsonaro, que se dispôs a dar fim no que chamou de “ciclo de crises no Governo Federal”. O democrata ainda disse que o presidente irá montar uma agenda com os presidentes e com os líderes partidários. “Essa é a disposição dele: pauta com o Congresso Nacional e com população. Vai começar a ter viagens e audiências frequentes com as lideranças”, reafirmou.

Caiado também reafirmou leveza do encontro. “Foi uma conversa de dois amigos, já que nos conhecemos do Congresso Nacional, vivemos todos os momentos da Casa e somos mais do que nunca respeitadores do Legislativo. Foi um momento em que nós tivemos oportunidade de conversar, trocar informações”, disse.

Economia

Sobre a situação do Estado, o governador disse que tratou com Bolsonaro sobre as finanças. “Falamos das dificuldades administrativas e do meu apoio para que o Governo dê certo, consiga caminhar pelo País e mostre a necessidade de uma interlocução mais aberta e com resultados”, disse.

O governador ainda considerou que não haveria “ninguém mais competente do que o presidente, que já foi deputado federal, para resolver uma crise política”. “E a disposição dele é essa. Ponto final nas crises e, a partir de agora, conversação direta, viagens, contato com a população e medidas para haver mudanças no País”, reforçou.

criação de site