Com apoio do PDT e da Rede, PSB lança Elias Vaz para a prefeitura de Goiânia

0
34

O deputado federal Elias Vaz (PSB) foi confirmado candidato a prefeito de Goiânia pelo PSB em convenção realizada nesta quarta-feira de forma virtual. O partido fechou aliança com o PDT, que vai indicar o candidato a vice, e a Rede Sustentabilidade, de Maria Ester. “Tenho a convicção de que somos preparados e temos o melhor projeto para Goiânia. Esse grupo vai construir propostas que realmente signifiquem transformação para a nossa capital, com avanços na mobilidade urbana, na Saúde e na Educação e que promovam justiça social”, afirmou Elias Vaz.

O candidato relembrou a atuação como vereador por 18 anos e projetos importantes apresentados durante os mandatos nas áreas da Saúde e da ocupação territorial, entre outros. Também destacou o papel de fiscalização do poder público, de combate à corrupção e o trabalho em comissões especiais de inquérito, como a CEI da Saúde. “Tem candidato aí que conhece muito bem Aparecida de Goiânia, outro é especialista em Senador Canedo. Mas quem conhece Goiânia de verdade sou eu! Conheço a realidade do nosso povo, as necessidades da nossa cidade porque nasci e fui criado aqui e fui vereador por 18 anos”.

Elias Vaz comentou a interferência da máquina do governo do Estado e da prefeitura na disputa. “Os candidatos se colocam como super favoritos por ter o apoio do governador e do prefeito, mas se esqueceram de combinar com a população. É importante ressaltar que o povo de Goiânia não aceita voto de cabresto. Nenhum governador conseguiu eleger prefeito na capital e nenhum prefeito elegeu sucessor na nossa cidade”.

Ele também falou sobre o trabalho na Câmara Federal, como a emenda apresentada para garantir o pagamento de R$600 de auxílio emergencial até o fim do ano. Medida Provisória do governo reduziu o valor pela metade e já está vigorando, mas precisa passar pelo Congresso. “Quase 500 mil moradores de Goiânia estão recebendo o auxílio. Esse dinheiro é fundamental não só para as famílias, mas para fazer girar a nossa economia”, assinalou.

Depoimentos

A convenção teve a participação do presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Lissauer Viera (PSB), do presidente metropolitano do partido, José Alves, de candidatos a vereador pelo PSB e também pelo PDT e pela Rede e ainda vídeos de apoio do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, do presidente estadual do PDT, George Morais, e da deputada federal pelo partido Flávia Morais. “O Elias Vaz tem um conhecimento amplo das demandas de Goiânia e está preparado para governar a capital. Tem todo o nosso apoio”, disse a deputada. George Morais destacou o nome do vereador Paulinho Graus para vice-prefeito, mas a definição depende de convenção realizada pelo PDT.

Carlos Siqueira ressaltou que Elias é uma “liderança eficiente, criativa e inovadora que renovará a administração de Goiânia”. O presidente da Assembleia, Lissauer Vieira, lembrou o trabalho do candidato a prefeito do PSB como “parlamentar aguerrido na defesa dos interesses da sociedade” e a atuação como vereador. “É um homem que trabalha pela nossa população. O partido está escolhendo o melhor nome para a disputa”.

Histórico

Natural de Goiânia, Elias Vaz de Andrade foi eleito deputado federal pelo PSB-GO em 2018 com quase 75 mil votos. Integrou três importantes comissões na Câmara: a de Minas e Energia, a de Fiscalização Financeira e Controle e a de Finanças e Tributação. É primeiro vice-líder da bancada do PSB pelo segundo ano consecutivo.

Elias Vaz foi vereador por cinco mandatos em Goiânia e, em sua atuação política, se destaca pela defesa da Educação e do Meio Ambiente e pela luta por justiça social, contra a corrupção e por transparência no poder público. Por iniciativa dele, a Câmara de Goiânia acabou com o voto secreto.

Enquanto vereador, fez denúncias relevantes na capital e no Estado, como o desvio de recursos da merenda escolar, esquema de corrupção na Secretaria Municipal de Cultura e superfaturamentos em contratos da prefeitura. Participou de  importantes comissões especiais de inquérito na Câmara Municipal. Entre elas, as que investigaram irregularidades na Secretaria Municipal de Trânsito e na Saúde. Denunciou a manutenção superfaturada de ambulâncias que depois foram abandonadas como sucatas, seleção de pacientes para ocupar leitos de UTI e problemas de gestão, como equipamentos de raio-X novos encaixotados enquanto a prefeitura pagava por produtos antigos e danificados em um contrato irregular com uma empresa terceirizada.

O candidato a prefeito nasceu no dia 4 de julho de 1966 na Campininha, foi criado no Setor Fama e começou a militância política aos 16 anos no movimento estudantil. Participou da luta para a implantação do transporte alternativo na capital e contribuiu para a criação da Cooperativa de Transportes do Estado de Goiás (Cootego), que garante hoje o sustento de cerca de 400 famílias.

criação de site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui