Com presenças de Caiado e Bolsonaro inaugurado HCamp de Águas Lindas de Goiás

0
57

“Sempre fomos amigos e morreremos amigos”, diz Bolsonaro a Caiado durante inauguração da unidade  que terá  200 leitos para Covid-19 na Região do Entorno do Distrito Federal

O governador Ronaldo Caiado e o presidente Jair Bolsonaro inauguraram, nesta sexta-feira (05/06), o Hospital de Campanha (HCamp) de Águas Lindas, que irá atender casos confirmados e suspeitos de Covid-19 nos municípios da região do Entorno do Distrito Federal.

Durante a solenidade, logo após Caiado fazer um breve balanço das ações de Goiás em parceira com a União, o presidente destacou a amizade de longa data que tem com o governador. “Suas palavras verdadeiras me permitem falar um pouco do seu Estado. Sempre fomos amigos e morreremos amigos. Afinal, isso começou lá atrás”, disse Bolsonaro.

Ao agradecer a entrega do HCamp em Águas Lindas, o governador Ronaldo Caiado relembrou que a implantação de várias unidades de saúde, como a de Águas Lindas, só foi possível com a destinação de recursos federais. “Vossa Excelência já investiu aqui, em todo Estado, em vários hospitais. Investiu na Policlínica de Posse mais de R$ 10 milhões; no Hospital de Campanha de Enfrentamento do Coronavírus, mais de R$ 6 milhões; e aqui [no Entorno] na estrutura de campanha de Luziânia, que abrimos há 15 dias, já com 10 leitos de UTI instalados”, pontuou o governador.

Ronaldo Caiado, que estava acompanhado pelo secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino, ressaltou que, os investimentos federais propiciaram ao Governo de Goiás fortalecer a assistência aos goianos, implementando o compromisso de regionalizar a saúde. “Com esse trabalho feito, tivemos a condição de implantar uma distribuição [de unidades de saúde] no nosso Estado de Goiás”, frisou.

No caso do HCamp de Águas Lindas, a estrutura física foi construída pelo governo federal e repassada à gestão do Governo de Goiás, que irá custear a manutenção da unidade. Serão cerca de R$ 7,5 milhões por mês, considerando toda a equipe médica e de profissionais da Saúde, além de exames e a estrutura de UTI.

O secretário Ismael Alexandrino destacou a importância da unidade para a regionalização da Saúde em Goiás. “Esse hospital parte de um tripé da rede de atendimento na região do Entorno. Já abrimos o Hospital de Luziânia, também com leitos de UTI; estamos assumindo o Hospital de Formosa, no Entorno Norte; e agora entregamos a unidade de Águas Lindas. Assim, damos condição de atender uma população que até então não tinha nenhuma estrutura para ser atendida”, relatou.

O prefeito de Águas Lindas, Hildo do Candango, também reconheceu os esforços dos governos estadual e federal para o atendimento de pessoas com Covid-19 no Entorno do Distrito Federal. “Águas Lindas tem hoje 304 casos e precisará dessa instalação para internação dos pacientes seja de enfermaria, seja de UTI”, e completou: “Temos uma estrutura [de saúde] muito pequena no Entorno e com seu olhar [Bolsonaro] e do governador, vamos mudar isso”, reconheceu.

HCamp de Águas Lindas

O HCamp Águas Lindas, que tem área de 5 mil metros quadrados, iniciará o atendimento nos próximos dias – logo após a unidade passar por uma limpeza e desinfecção. Para oferecer assistência aos pacientes, a equipe conta com 263 colaboradores diretos, sendo 45 médicos, 85 enfermeiros e técnicos em enfermagem, 23 fisioterapeutas, além de farmacêuticos, psicólogos, nutricionistas e outros profissionais. Ao todo, a estrutura tem 200 leitos disponíveis. Inicialmente estão abertos 10 leitos de UTI, mas todos os 200 leitos têm pontos e capacidade para migração em leitos de UTI.

Além dos 10 ventiladores pulmonares já disponibilizados ao HCamp pela Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO), outros 9 chegaram ao local ainda nesta sexta-feira para a estruturação de mais leitos de UTI. A expectativa é de que a unidade proporcione aos pacientes, caso todos os 200 leitos sejam ocupados, cerca de mil refeições por dia. O consumo de equipamentos de proteção individual (EPI), como touca, avental, luva, pró-pé e máscara, pode ultrapassar 1,2 mil unidades diariamente.

Parceria Goiás e União

O governador Ronaldo Caiado ainda fez um balanço, demonstrando o que foi implementado no Estado, a partir dos investimentos realizados pelo governo federal em Goiás, que totalizam R$ 6,4 bilhões neste um ano e cinco meses de gestão. No ano de 2019, o volume de recurso destinado para a saúde foi de R$ 418,3 milhões. Em 2020, até agora, já foram investidos R$ 196,2 milhões, sendo que R$ 49 milhões são voltados exclusivamente para o combate à pandemia da Covid-19.

Para assistência social, o Governo de Goiás recebeu em 2019 o montante de R$ 116,3 milhões e, em 2020, R$ 54,5 milhões, valores que foram utilizados para repasse aos municípios para uso em programa sociais, a exemplo do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e outros relacionados à erradicação do trabalho infantil, primeira infância, proteção ao acesso do primeiro emprego.

Na assistência social, o governador destacou ainda o Auxílio Emergencial, oferecido pelo governo federal à população mais vulnerável à crise econômica provocada pela pandemia. Em Goiás, foram destinados, apenas na primeira parcela do auxílio, em torno de R$ 1 bilhão repassados diretamente aos goianos que têm direito ao benefício.

Infraestrutura

Focado na logística, o governo federal destravou a construção da Ferrovia Norte-Sul, ao realizar o leilão de privatização. Agora, a empresa que detém a concessão da ferrovia, a Rumo, será responsável também pela construção de trecho da Ferrovia de Integração do Centro Oeste (Fico) e pelo terminal de transbordo rodoferroviário de carga, em São Simão. Desta forma, haverá mais agilidade do escoamento de grãos e demais produtos advindos da agropecuária, proporcionando mais competitividade a Goiás.

Para infraestrutura, ainda foram aplicados, diretamente via Governo de Goiás, R$ 72,8 milhões para que a Agência Goiana de Infraestrutura e Transporte (Goinfra) pudesse realizar a pavimentação com drenagem pluvial nos municípios do Entorno do Distrito Federal. Recurso que também foi aplicado na construção de pontes em Vila Propício e Abadiânia e na aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas. Além de melhorias já executadas ou em execução nas rodovias estaduais.

Na Educação, foram investidos R$ 416,9 milhões, destinados para retomada de obras de três escolas estaduais, reforma e cobertura de quadras em 12 escolas, aquisição de ônibus para transporte escolar, fomento à Escola em Tempo Integral, programas educacionais (Mediotec e Pronatec), melhoria na merenda escolar (compra de equipamentos, utensílios), entre outros.

Para Segurança Pública, foram aplicados em 2019 e 2020 os valores de R$ 12 milhões, investimentos aplicados em projetos de enfrentamento à criminalidade, além da aquisição armamentos, munições, coletes balísticos e outros equipamentos de proteção aos servidores das forças policiais.

Braço forte da economia goiana, a agricultura foi um setor que recebeu, nesse um ano e cinco meses, recursos federais de R$ 223,8 milhões. Entre outras coisas, o Governo de Goiás investiu na aquisição de patrulha mecanizada, de 10 caminhonetes destinada para o trabalho de assistência técnica a produtores rurais, além de conceder apoio às famílias rurais em situação de carência, por meio do Gabinete de Políticas Sociais (GPS).

No balanço apresentado pelo governador Ronaldo Caiado, há também os valores destinados pelo governo federal por meio do Programa de Socorro a Estados e Municípios. Foram R$ 1,311 bilhão repassados à gestão estadual e outros R$ 874 milhões aos municípios goianos. O governador ainda destacou as emendas parlamentares dos anos de 2019 e 2020, repassadas ao Estado, somam mais R$ 1 bilhão. Os dados são da Secretaria Geral do Senado.

criação de site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui