Desabafo consternado da delegada responsável pelo caso do menino desaparecido em Goiânia

0
36

PC convoca familiares de Danilo Souza para serem novamente ouvidos. IML trabalha para identificar corpo encontrado

O corpo de uma criança de aproximadamente 6/7 anos foi encontrado em um matagal no Parque Santa Rita, em Goiânia, na última segunda-feira (27), e a suspeita é de que o corpo seja do pequeno Danilo que está desaparecido desde o dia 21.

Depois de dias de dedicação à procura por Danilo de Souza Silva, 7 anos, a responsável por caso, delegada Ana Elisa Gomes e sua equipe de policiais da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA), ficaram desconsolados com o provável encerramento do caso.

“Tudo indica que pode ser o corpo mesmo do Danilo.[…] Nós da DPCA estamos consternados. Eu fico muito triste com esse desfecho. Nós nos desdobramos, esforçamos muito, trabalhamos incansavelmente pra um final tão triste”, considerou a delegada.

Entenda a história

O menino havia desaparecido há cerca de uma semana, ao sair para ir à casa da avó. O corpo foi localizado pela equipe náutica e cães farejadores do Corpo de Bombeiros, em um local de lamaçal, em uma mata fechada a cerca de 100 metros da casa de Danilo, mas necessita passar pelos trâmites do Instituto Médico Legal (IML), para comprovar a identificação.

Para a delegada Ana Elisa, “não existia nenhuma situação semelhante sendo apurada aqui na região, nenhuma criança desaparecida e é o corpo de uma criança, mas é necessário fazer a identificação dele. Não é possível afirmar, nesse momento, se houve violência física e, se houve, qual violência”, reiterou a delegada.

De acordo com o site G1, posteriormente, à localização do corpo, a mãe do Danilo, o padrasto e outras pessoas próximas foram chamadas novamente à delegacia, para prestar novos esclarecimentos, na segunda-feira a noite.

Se houver a constatação que é o corpo do garoto, o caso será transferido para Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH).

Desaparecimento

Consta que Danilo sumiu no dia 21 de julho. Ele estava brincando na porta de sua casa, quando entrou e disse à mãe que iria para a casa da avó, que reside uma rua acima. Entretanto, não foi mais localizado depois do ocorrido.

Foram divulgadas pela polícia imagens de câmeras de segurança, que visualizaram uma criança pedindo comida em um restaurante. Apesar da aparência, a mãe não reconheceu o menino da gravação como sendo o filho e a PC concluiu que realmente não era o Danilo que aparecia nas imagens.

*Com informações do G1

criação de site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui