Fernández formaliza pedido de impeachment de juízes da Suprema Corte argentina

0
63

Em carta enviada ao Congresso, o presidente argentino solicitou sessões extraordinárias na segunda quinzena de janeiro para avaliar o afastamento dos magistrados

A Casa Rosada afirmou nesta quinta-feira (5) que irá convocar o Congresso da Argentina para levar adiante o pedido de impeachment de quatro juízes da Suprema Corte.

O anuncio foi realizado pela porta-voz da presidência, Gabriela Cerruti, em entrevista coletiva na sede do governo.

Segundo a porta-voz, o presidente Alberto Fernández encaminhou uma carta ao Congresso pedindo sessões extraordinárias na segunda quinzena de janeiro para iniciar a abertura do processo contra os magistrados.

“Trata-se de uma decisão histórica que tem a ver com a gravidade da situação, em que a Corte intervém na atuação de outros poderes em desacordo com a Constituição”, disse Cerruti.

No domingo (1º), Fernández anunciou a intenção de pedir o afastamento do presidente da Corte, Horacio Rosatti, após “um avanço inadmissível do Poder Judiciário sobre os outros Poderes na Argentina”.

O conflito entre Poderes na Argentina foi intensificado após a Suprema Corte beneficiar a província de Buenos Aires em uma disputa sobre arrecadação de impostos federais.

Apadrinhado pelo ex-presidente Maurício Macri, o prefeito de Buenos Aires, Horacio Rodríguez Larreta, é visto como um dos principais nomes da oposição com capacidade de disputar a presidência em outubro.

Para aprovar o impeachment dos juízes, Fernández precisará do apoio de 172 dos 257 deputados e de 48 dos 72 senadores.

O Antagonista

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui