Gasolina sobe quase 6,0% e prévia da inflação apresenta nova alta em Goiânia

0
32

Em julho, Goiânia registrou variação mensal de 0,39% no Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 – IPCA 15 (diferente do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA apenas no período de coleta), índice próximo ao da variação nacional (0,30%). Com isso, o acumulado do ano, que já estava negativo, fica em -0,50% em Goiânia.

Preço da gasolina sobe quase 6,0%
O grupo de maior peso na cesta de compras das famílias com rendimentos entre 1 e 40 salários-mínimos é o Transporte, que apresentou alta de 1,73% em julho. A alta do grupo foi pressionada principalmente pela gasolina que variou 5,92%. O etanol variou 3,06% e o óleo diesel, 2,19%. Em sentido oposto, o transporte por aplicativo caiu 15,64%.

Aluguel residencial sobe pela quinta vez no ano e já acumula alta de 1,40% em 2020
Outro grupo de alto peso na cesta de compras das famílias em Goiânia é o grupo Habitação
que apresentou estabilidade em julho (-0,05%). O índice foi pressionado negativamente pelo subitem energia elétrica residencial que apresentou queda de 0,36%. Por outro lado, o aluguel residencial, subitem com segundo maior peso mensal no grupo, apresentou alta de 0,15%, acumulando 1,40% em 2020.

IPCA 15 apresentou a quinta maior variação do país em Goiânia
No índice geral, Goiânia variou 0,39%, a quinta maior alta do país, acima da variação nacional (0,30%). Apenas a região metropolitana do Rio de Janeiro (-0,07%) apresentou deflação em julho.

criação de site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui