Goiás fecha comércio, shoppings, feiras e academias após decreto para conter coronavírus

0
36

Esta quinta-feira (19) é o primeiro dia em que o comércio deve ficar fechado em Goiás, atendendo ao decreto do governo estadual. As exceções são farmácias, supermercados, padarias, postos de combustíveis, entre outros considerados serviços de necessidade básica (veja lista completa abaixo). Essa e outras medidas estão sendo tomadas para evitar a disseminação do coronavírus.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES-GO) confirmou 12 casos da Covid-19 em Goiás em Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis, Rio Verde. Há outros 230 suspeitos, que estão sendo analisados.

Segundo a Procuradoria Geral do Estado de Goiás (PGE-GO), os comércios devem ficar fechados, com exceção dos seguintes setores:

  • Clínicas de fisioterapia
  • Clínicas de vacinação
  • Clínicas de acupuntura
  • Hospitais
  • Consultórios médicos
  • Consultório de psicologia
  • Consultórios odontológicos de urgência e emergência
  • Laboratórios de análises clínicas
  • Laboratórios de avaliação psicológica
  • Laboratórios farmacêuticos
  • Distribuidoras de água
  • Distribuidoras e revendedoras de gás
  • Farmácias (não as de shoppings)
  • Drogarias
  • Farmácias de manipulação
  • Supermercados
  • Atacarejos
  • Mercearias
  • PegPags
  • Secos e molhados
  • Padarias
  • Panificadoras
  • Frutarias
  • Verdurões
  • Clínicas veterinárias
  • Pet shops
  • Depósito de materiais de construção
  • Ferragistas
  • Postos de combustíveis
  • Oficinas mecânicas
  • Lava-jato
Avenida 85 no Setor Marista em Goiânia Goiás — Foto: Terciane Fernandes/TV Anhanguera

Avenida 85 no Setor Marista em Goiânia Goiás — Foto: Terciane Fernandes/TV Anhanguera

Comércio popular

A Região da 44 amanheceu deserta. No início do dia, apenas carros e equipes da Guarda Civil Metropolitana (GCM) e da Polícia Militar (PM) podiam ser vistas.

Os comércios da região, atendendo à determinação do decreto, estão de portas fechadas. O local é considerado o segundo maior polo de moda do Brasil, com mais de 15 mil lojas.

O decreto também determinou o fechamento de academias, salões de beleza, clínicas de estética, consultórios odontológicos, entre outros.

Quem descumprir as medidas, pode responder pelo crime de infringir medida sanitária preventiva, cuja pena varia de um mês a um ano de prisão.

O decreto é válido para todo o estado. Em Rio Verde, no sudoeste de Goiás, o hemocentro da cidade relatou que há falta de doadores. Segundo a instituição, houve queda de 50% no número de doações nos últimos dias (assista acima).

Os servidores do local acreditam que as pessoas estão com medo de ir fazer doações por causa da pandemia do coronavírus.

“A gente precisa dos doadores. Não precisa ter medo. O hemocentro está funcionando normalmente”, disse o hematologista Jânio de Assunção.

Os responsáveis pelo órgão disseram que há novos procedimentos sendo adotados, principalmente em relação às pessoas que estão contaminadas, são casos suspeitos, prováveis ou tiveram contato com algum desses grupo.

“Pacientes que estiveram em regiões de transmissão local ou comunitária nos últimos 30 dias, ficam inaptos para doação. Quem foi infectado pelo coronavírus ficará inapto a doação de sangue por 90 dias.

00:00/01:33

criação de site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui