Goiás cai diante do Vasco e mantém jejum

0
78

Não foi uma reestreia ideal para o técnico Ney Franco. Pela 14ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, o Goiás caiu diante do Vasco no Serra Dourada, com gol de Marcos Júnior. Com o resultado segue o jejum na competição, com quatro reveses e dois empates nos últimos seis jogos. O próximo jogo é no domingo que vem, contra o Bahia, na Fonte Nova.

A primeira digna de nota foi aos cinco minutos, quando Michael tocou para Barcia, o qual não conseguiu finalizar com precisão. Aos 17, o goleiro Tadeu defendeu chute de Talles.

Menos de cinco minutos depois, o estádio explodiu em favor do Cruz-Maltino. Raul fez bela jogada pelo lado esquerdo dos goianos e mandou na área. Pikachu deixou passar e a defesa dormiu completamente – melhor para Marcos Júnior, que teve tempo mais do que suficiente para escolher o canto e arrematar sem chances para Tadeu. 1 a 0 no Serra Dourada. A equipe carioca foi para cima e tentou ampliar o placar. O alviverde buscou reagir, mas o máximo que conseguiu foi um chute para fora de Kayke.

No segundo tempo o jogo não se alterou muito. O Vasco parecia mais calmo na noite de domingo, enquanto o Goiás tentava afobadamente igualar o marcador. A partida começou a ser interrompida diversas vezes seguidas, com jogadores desabando no gramado e cartões amarelos sendo aplicados. O volante Léo Sena já havia sido um dos exemplos, ainda no primeiro tempo, e está suspenso para o próximo jogo.

O embate voltou a esquentar na 24ª volta do relógio. O atacante Michael, em recurso raro no time esmeraldino, chutou de fora da área para boa defesa de Fernando Miguel. No minuto seguinte, ele voltou a tentar e foi derrubado na entrada da área. A cobrança foi na barreira, mas o suficiente para que a equipe ganhasse novo ânimo. Novo chute de longe, nova interceptação de Fernando Miguel. O Goiás foi crescendo, e o Vasco passou a apostar exclusivamente no contra-ataque.

Michael era, sem surpresa alguma, o que mais tentava algo de diferente. Aos 37, ele fez fila na defesa cruz-maltina e testou novamente de fora da área, mas o chute saiu fraco. Logo na sequência, Rafael Moura quase balançou as redes em bom cabeceio, por cima do gol adversário. O Goiás amassava os rivais, mas a bola não entrava. O lance de maior perigo no final, porém, foi do Vasco. Tadeu precisou operar um milagre. Antes do árbitro apitar pela última vez, Marrony ainda foi expulso, mas não alterou nada. Vitória vascaína, que subiu para 14º lugar, com o Goiás, que permanece em 12º na tabela.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui