GSI de Lula dispensou reforço de guarda no Planalto horas antes dos atos de domingo

0
25

20h antes da invasão do Planalto, Congresso e STF, o GSI do Governo Lula (PT) dispensou o pelotão de 36 homens do Batalhão da Guarda Presidencial. Pedido na sexta-feira (07), o batalhão reforçou no sábado a segurança do prédio.

A informação é do jornal O Estadão. Porém, no amanhecer de domingo, a sede do governo estava apenas com o efetivo da guarda normal e praticamente desprovida de equipamento de controle de “distúrbios civis”, como escudos, bombas de gás e balas de borracha.

De acordo com o jornal, “a maioria do efetivo dispunha somente de fuzis com munição letal”.

Foi só no início da tarde que o Comando Militar do Planalto (CMP), por iniciativa própria, entrou em contato com o GSI e reenviou o pelotão ao Planalto.

O reenviado se de uma tropa muito menor do que a mobilizada em outras situações, a pedido do Gabinete de Segurança Institucional.

O contingente reunido em 24 de maio de 2017 para conter a ação de black blocks, que pediam a saída de Temer, era 15 vezes maior.

Gazeta Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui