Hugol realiza primeira cirurgia cardiológica de alta complexidade

0
79

Paciente passa bem e já recebeu alta

O Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), unidade do Governo de Goiás, realizou pela primeira vez, procedimento cardiológico híbrido de alta complexidade. A cirurgia durou cerca de oito horas e foi realizada no paciente Deusdete de Jesus, de 37 anos, que sofreu um aneurisma ocasionado por uma lesão na parede interna da artéria aorta.

De acordo com a unidade de saúde, diversas equipes do hospital foram mobilizadas e após estudo minucioso do caso, os médicos optaram pelo tratamento híbrido, ou seja, cirurgia aberta/convencional associada à implante de endoprótese.

Murilo Camargo, gerente médico da Cardiologia do Hugol, relata quais foram os principais desafios: “Podemos comparar um procedimento desta magnitude à uma orquestra, tudo tem que estar alinhado e em sintonia antes de começar, garantindo assim o sucesso da intervenção e a segurança do paciente. A revascularização dos vasos que promovem sangue para a porção superior do corpo, deve ser realizada em tempo hábil e com cuidado para que não haja dano neurológico e permita que a prótese que foi instalada seja liberada e assim seja reestabelecido o fluxo sanguíneo natural do paciente”.
O paciente encontra-se em bom estado de saúde e recebeu alta hospitalar no dia 06 de maio. “O sentimento é apenas de gratidão, não há palavras para descrever o que estou sentindo, foi um longo período de internação até a realização do procedimento, mas em todo tempo me mantive confiante. Eu tinha certeza que a equipe do Hugol faria um bom trabalho e cuidaria de mim, como tem feito desde o dia que dei entrada no hospital”.
O serviço de cardiologia do Hugol é composto pela cardiologia clínica, cardiologia intervencionista adulto e pediátrico e cirurgia cardíaca adulta e pediátrica com UTIs de suporte para a especialidade. De julho de 2015 a março de 2022, foram realizados 7.116 atendimentos cardiológicos na emergência, e o serviço de hemodinâmica já empreendeu 10.738 procedimentos, entre abril de 2018 e março de 2022. As cirurgias cardíacas foram iniciadas em janeiro de 2020, totalizando até março deste ano, 793 cirurgias. No total, foram 18.647 atendimentos desde a inauguração do hospital na especialidade de cardiologia.
O procedimento cardiológico híbrido foi realizado em caráter de exceção, em parceria com o Hospital Estadual Geral de Goiânia Dr. Alberto Rassi (HGG), devido à necessidade e urgência da condição clínica do paciente.
A Redação
criação de site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui