Milhares são esperados para 2º dia de funeral de Fidel em Havana

0
179

ta terça-feira (29), milhares de pessoas são esperadas novamente no Memorial José Martí, em Havana, para fazer as suas homenagens a Fidel Castro. Os admiradores do ex-presidente cubano, morto nesta sexta, encaram horas de fila para entrar no recinto onde soldados guardam fotos e condecorações militares do ex-mandatário. Também fazem questão de assinar um livro de visitas para registrar que estiveram ali.

Deixar um registro de que se esteve no memorial pode ser uma boa ideia para quem gostaria de alguma maneira de agradar ao regime, que ainda controla a ilha sob a liderança do irmão de seu principal criador, Raúl Castro.

O local de homenagens ficará aberto até de noite, quando se encerram as visitas. Às 19h, pela hora local, haverá uma cerimônia na Praça da Revolução, onde fica o memorial, quando se espera o maior público presente.

Interior do memorial a Fidel em Havana, guardado por soldados (Foto: Reprodução/TV Globo)

Interior do memorial a Fidel em Havana, guardado por soldados (Foto: Reprodução/TV Globo)

As pessoas que foram até a praça teceram elogios a Fidel e ao regime que implantou. Também dizem considerar um ato de civismo despedir-se dele.

“Estou motivado porque quero ver meu comandante pela última vez. Quero ver sua foto pela última vez”, conta Jorge, que, mesmo idoso, espera na fila como os demais. “Aqui não nos falta nada. Temos comida, temos casa, temos escola”, defende o padeiro Miguel. Ele ressalta ainda que em Cuba, brancos e negros são “todos irmãos”.

Outro cubano, Alex, conta que veio com os colegas de seu coletivo de trabalho para despedir-se de Fidel como uma forma de “civismo e patriotismo”. Veja vídeo abaixo:

criação de site