Ministro das Cidades anuncia que obras do BRT serão retomadas, em Goiânia

0
246

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, anunciou, nesta segunda-feira (29), a retomada das obras do BRT, em Goiânia. Em reunião com o prefeito Iris Rezende (PMDB) e o presidente da Caixa Econômica Federal, Gilberto Occhi, Baldy disse que o reinício da construção vai ser autorizado “nos próximos dias”. A construção, que começou em 2015, está paralisada desde junho do ano passado e teve 22% concluídos.

“Uma obra parada prejudica a economia, traz dificuldades para a população, para a administração. É por isso nos próximos dias a obra vai ser retomada, com a autorização da Caixa, do governo federal e todos os objetivos. Os recursos serão liberados de acordo com as medições realizadas. Não faltará recurso para atender as obras do BRT, de acordo com os contratos vigentes. Toda a parte burocrática já está sendo viabilizada”, afirmou o ministro.

De acordo com o prefeito, ainda não foi definido qual trecho da obra vai ser retomado. “Nós vamos avaliar qual a necessidade, todos os aspectos técnicos, para saber por onde começar. Vai ser feito de acordo com a demanda da população, garantindo o cumprimento de um cronograma, que também vai ser discutido. O importante é que o governo federal nos deu todo o respaldo e a segurança para que todo o trabalho seja retomado”, afirmou.

Previsto inicialmente para ser finalizado em março de 2017, o corredor exclusivo de ônibus que vai ligar a cidade de norte a sul ganhou uma nova previsão de entrega para março de 2019. No entanto, a data, segundo o secretário Municipal de Infraestrutura, pode sofrer outra mudança.

A obra do BRT foi paralisada em meados de junho. Conforme a prefeitura, já foram gastos R$ 63 milhões nas obras, orçadas inicialmente em R$ 244 milhões. Antes, a construção já havia sido interrompida por seis meses por causa de uma dívida de R$ 11 milhões e foram retomadas após a negociação dos pagamentos às empresas EPC e WGV.

 Obras do BRT em Goiânia serão retomadas, segundo ministro das Cidades (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Obras do BRT em Goiânia serão retomadas, segundo ministro das Cidades (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Corredor de ônibus

 A construção foi lançada em março de 2015, com a presença da então presidente Dilma Rousseff (PT). O projeto pretende atender 148 bairros de Goiânia e Aparecida de Goiânia com 93 ônibus – sendo 28 veículos articulados e 65 convencionais – em quatro linhas.

O novo sistema ligará as regiões noroeste (Terminal Recanto do Bosque em Goiânia) e sudoeste (no terminal de Integração Cruzeiro do Sul, na divisa com Aparecida de Goiânia). Entre as vias que estão entre o trajeto estão a Avenida Rio Verde, Avenida 4ª Radial, Avenida Goiás, Avenida Lúcio Rebelo, Rua Oriente.

A expectativa é de que cerca de 120 mil pessoas usem o transporte diariamente, sendo 15 mil no horário de pico. Com o sistema, os coletivos passariam da média de 14 km/h para 28 km/h.

criação de site