Operação Cápsula Fake fecha laboratório clandestino de suplementos e produtos medicinais

0
108

O Grupo Especial de Investigações Criminais (Geic) de Anápolis deflagrou a Operação Cápsula Fake, e prendeu em flagrante delito a proprietária de um laboratório clandestino de produtos medicinais encapsulados em Anápolis.

A investigação constatou que no local eram fabricados medicamentos para emagrecer, suplementos alimentares, colágenos, dentre outros, sem qualquer regulamentação e em situações precárias de higiene.
Além da descoberta do laboratório, a Polícia Civil apreendeu mercadorias em uma loja em Anápolis e em mais duas lojas em Goiânia. Foram apreendidos milhares de frascos de produtos encapsulados, os quais foram suficientes para encher um caminhão e várias viaturas policiais.
A dona do laboratório clandestino e das lojas, uma mulher de 37 anos, que foi presa em sua residência, no setor Residencial Boa Vista, em Senador Canedo, foi encaminhada ao presídio local, permanecendo à disposição do Poder Judiciário. Ela responderá ao inquérito policial por falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais, cuja pena é de reclusão, de 10 a 15 anos e multa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui