Parlamentar britânico morre após ser esfaqueado durante evento em igreja

0
96

David Amess, do Partido Conservador, participava de um encontro com eleitores quando foi esfaqueado por um homem, que foi detido.

David Amess, um parlamentar britânico de 69 anos, morreu após ser esfaqueado durante um encontro com eleitores em uma igreja de Essex, na Inglaterra, nesta sexta-feira (15), informou a polícia.

Segundo a emissora britânica Sky, um homem invadiu no local onde o encontro acontecia e esfaqueou o parlamentar “diversas vezes”.

Em nota, a polícia afirmou que chegou ao local e encontrou um homem ferido, que chegou a ser tratado pelo serviço de emergência, mas morreu no local.

A polícia afirmou ainda que um homem de 25 anos, suspeito pelo ataque, foi preso e que não há buscas por mais nenhum envolvido.

Amess era do Partido Conservador do Reino Unido, o mesmo do primeiro-ministro Boris Johnson. Ele era o parlamentar do distrito de Southend West, na região de Essex.

O político foi eleito para o Parlamento pela primeira vez em 1983, para representar o distrito de Basildon. Ele passou a concorrer no distrito de Southend West a partir de 1997.

Em seu site, ele afirmava que seus principais interesses são bem-estar animal e temas ligados às campanhas “pró-vida”, contra o aborto.

Fachada do local onde o parlamentar David Amess foi esfaqueado, em 15 de outubro de 2021 — Foto: Andrew Couldridge/Reuters
Fachada do local onde o parlamentar David Amess foi esfaqueado, em 15 de outubro de 2021 — Foto: Andrew Couldridge/Reuters

Políticos lamentam

Carrie Johnson, mulher do premiê Boris Johnson, foi uma das primeiras a se pronunciar. Ela afirmou que estava devastada com a notícia.

“Ele era muito gentil e bondoso, uma pessoa que amava os animais e um verdadeiro ‘gentleman’. Isso é completamente injusto”, ela afirmou.

Os ministros da Educação e da Saúde do Reino Unido, Nadhim Zahawi e Sajid Javid, respectivamente, também lamentaram a morte de Amess.

Outro ataque a parlamentar

Em 2010, um parlamentar do Partido Trabalhista foi esfaqueado em seu escritório regional.

Em 2016, a parlamentar Jo Cox foi baleada e morta dias antes do referendo que decidiu pelo Brexit.

criação de site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui