Paulo Garcia inaugura quarto parklet de Goiânia

0
191

Plataforma móvel temporária tem como objetivo se tornar mais uma opção de socialização entre a população goianiense. Unidade está localizada na Avenida Ricardo Paranhos, no Setor Marista, e foi implantada pela EBM Desenvolvimento Imobiliário

Nesta terça-feira, 11, o prefeito, Paulo Garcia, inaugurou o quarto parklet de Goiânia. A nova plataforma com 10 metros de comprimento e 2,2 metros de largura é dotada de bancos mesas, guarda-sóis, jardineiras e um bicicletário com oito vagas. “O parklet é a extensão da calçada que proporcionará mais lazer e socialização entre as pessoas de forma harmônica e com melhor qualidade de vida”, ressaltou Paulo Garcia.

Instalado na Avenida Ricardo Paranhos, no Setor Marista, o espaço de convivência foi implantando pela EBM Desenvolvimento Imobiliário em frente ao Espaço EBM. ‘O Poder Público faz a concessão e a iniciativa privada é quem executa o projeto, constrói e mantém a plataforma por até três anos. Esse é o compromisso que eles têm junto à administração municipal’, disse Paulo Garcia, ao agradecer a iniciativa da empresa. ‘Enquanto prefeito da cidade, tenho que agradecer os empreendedores que acreditam e executam essa ideia. Com o parklet é possível perceber que o desenvolvimento da cidade pode sim ser sustentável’, afirmou.

O equipamento foi feito de estrutura metálica e seu mobiliário de madeira certificada tipo Pinus Autoclavado. ‘O sistema de autoclave é um cilindro que suporta pressão, em que a madeira é colocada e, em seguida, produtos químicos preservantes são injetados, a fim de prolongar a sua vida útil’, explicou o arquiteto do projeto do parklet, Vinicius Aires. Ele lembrou ainda que o espaço utiliza duas vagas de carros, mas atrai dezenas de moradores. ‘Inúmeras pessoas que praticam atividades físicas na avenida e já aproveitam o local para descansar’, avaliza o arquiteto.

Como é o caso da aposentada Maria Tereza Assunção, que faz caminhada todos os dias na Avenida Ricardo Paranhos. Segundo ela, o descanso no parklet já faz parte de sua caminhada. ‘É exatamente aqui no parklet que alongo antes e depois da minha caminhada de todos os dias’. Maria Tereza lembrou também que por morar próximo ao equipamento, ela aproveita para trazer os netos. ‘Em dois dias da semana meus netos ficam comigo e hoje nossa tarde já foi aqui nessa nova atração do setor’, comentou a aposentada.

O presidente da EBM, Elbio Moreira, contou que depois de conhecer o primeiro parklet da capital se comprometeu em instalar mais um equipamento na cidade. ‘O prefeito me apresentou o projeto e como é uma iniciativa que traz o bem para a cidade não titubeamos e achamos por bem participar desse projeto com reconhecimento mundial’, salientou.

Goiânia é a quarta capital brasileira que, por regulamentação legal, permite a criação de parklets, por meio do decreto de número 791 de 30 de março deste ano. O decreto autoriza, por até três anos, o uso temporário de vias como extensão de áreas públicas voltadas à convivência. O primeiro foi inaugurado no final de abril, junto com a Casa Cor Goiás, na Rua Mario Bittar, no Setor Marista, sendo removido assim que a mostra terminou, mas já tem nova localização – foi adquirido pelo arquiteto Léo Romano e está sendo instalado na Avenida A, no Setor Oeste.

Atualmente, a cidade conta com outros dois: no estacionamento da Praça Adélia Martins, na Avenida 137, e na Avenida 136, ambos no Setor Marista. O equipamento tem espaço para estacionamento de bicicletas, cadeiras, mesa, espreguiçadeira e um aparelho eletrônico que informa o horário dos ônibus da rede metropolitana. Ambos foram projetados pelo Studio Sobreurbana. Os interessados na instalação de novos parklets devem protocolar o pedido junto à Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul) da Prefeitura de Goiânia.

criação de site