PF prende em Goiânia suspeito de participar de fraudes de R$ 50 milhões no Auxílio Emergencial

0
59

Também foram cumpridos na capital 13 mandados de busca e apreensão e um mandado em Santo Antônio do Descoberto. O rastreamento das transações indicou que envolvidos estavam nos estados de Goiás e Rondônia.

A Polícia Federal (PF) prendeu em Goiânia um suspeito de participar de um grupo que fraudou saques e transferências de R$ 50 milhões do programa Auxílio Emergencial, pago pelo governo federal. Também foram cumpridos na capital 13 mandados de busca e apreensão e um mandado em Santo Antônio do Descoberto, no Entorno do DF.

A operação foi realizada nesta terça-feira (7) em Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Paraná, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo e Tocantins e no Distrito Federal.

A polícia apurou que o grupo fraudou 10 mil contas de beneficiários do programa. São 37 investigados pelos crimes de furto mediante fraude, estelionato e organização criminosa.

Investigação

A investigação começou em agosto de 2020, com base em informação encaminhada pela Caixa Econômica Federal à Policia Federal em Brasília.

O banco identificou 91 benefícios de Auxílio Emergencial fraudados, no valor de R$ 54 mil. O valor foi desviado para duas contas bancárias de pessoa física e de pessoa jurídica em Indaiatuba, em São Paulo.

O rastreamento inicial das transações indicou que parte dos envolvidos nestas fraudes estavam situados nos estados de Goiás e Rondônia.

No decorrer da investigação, a polícia apurou que os investigados receberam valores de ao menos 359 contas do Auxílio Emergencial, fraudadas por meio de pagamento de boletos e transferências bancárias.

G1GO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui