Polícia prende em Goiânia segundo suspeito de roubar vacinas contra covid-19

0
79

Durante videoconferência com prefeitos, em que abordou a necessidade de registro das vacinas aplicadas, nesta quinta-feira (8/4), o governador Ronaldo Caiado informou que duas pessoas foram presas por tentarem comercializar lotes de vacinas que foram desviados. Um deles foi flagrado em Senador Canedo com 20 frascos de Coronavac, o que seria equivalente a 200 doses do imunizante, e outro foi encontrado em Goiânia – o número de vacinas com este indivíduo não foi especificado.

“Até agora não tivemos ainda qual foi a origem do lote. Todas as forças de segurança pública estão trabalhando para que possamos levantar de onde as pessoas levantaram o lote”, explicou. Caiado ainda reforçou a necessidade de os prefeitos redobrarem a vigilância em relação ao estoque de vacina e enfatizou que eles podem ter suas gestões comprometidas em casos de desvios.

Depois, durante coletiva no momento em que o Estado recebia novo lote de vacinas, o governador afirmou que foi informado de que o valor cobrado por essas doses, de forma clandestina, era de R$ 450, cada.

Segundo Caiado, as forças da segurança pública envolvidas na operação já tiveram acesso a celulares dos dois pesos e a informações sobre transferência de dinheiro por Pix. Foi identificado, de acordo com o governador, que os frascos encontrados em Senador Canedo saíram de lote de 66 mil doses que foi distribuído em Goiás e no Distrito Federal. É preciso identificar, ainda, a origem exata do desvio.

Fonte: A Redação
criação de site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui