Regras que devem ser seguidas pelas feiras especiais que voltam a funcionar em Goiânia

0
27

A Prefeitura de Goiânia autorizou o retorno do funcionamento das feiras especiais a partir desta terça-feira (21). A volta das atividades passará por fiscalizações e deverá seguir as regras sanitárias da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec), para evitar a disseminação da Covid-19.

Para atender o protocolo da Secretaria Municipal de Saúde, o total de barracas montadas e em funcionamento deve ser de 50% de toda a feira. Um sistema de revezamento semanal das bancas deve ser adotado, entre bancas de números ímpares e pares, a iniciar pelas ímpares. Desta forma, será possível garantir que todas as bancas funcionem com o distanciamento necessário.

Caso não seja possível o revezamento pela numeração, deve ser feita a intercalação entre as bancas. A feira que não cumprir as regras determinadas poderá ser advertida, como suspensão das autorizações, apreensão de mercadoria ou banca, e até cancelamento da autorização.

A multa é de R$ 4.705,30, podendo ser alterada conforme fatores agravantes. A feira poderá ser suspensa ou interditada por tempo indeterminado em caso de descumprimento generalizado e reiterado pelos feirantes.

Regras

– Uso de máscara facial

– Manter distância mínima de 1 metro entre trabalhadores e clientes

– Disponibilizar álcool em gel 70% para trabalhadores e clientes

– Limpar frequentemente as superfícies e desinfectar com álcool 70%

– Desinfectar com álcool 70% os objetos que forem compartilhados

– Disponibilizar lixeiras, preferencialmente, com tampa e pedal

– Realizar pagamentos, preferencialmente, por cartão e aplicativos

– Em caso de troco em dinheiro, recomenda-se devolver em um saco plástico para que não haja contato direto

– Distância mínima de 2 metros entre bancas vizinhas (lateral) e distância mínima de 3 metros nos corredores para livre circulação

Bancas de alimentação

– Manter distância de no mínimo 2 metros entre mesas

– Não permitir o consumo de alimentos em pé, máximo de 4 pessoas por mesa

– Não disponibilizar cardápios, devendo o pedido ser feito direto no balcão

– Disponibilizar talheres descartáveis, além de temperos e condimentos em sachês

– Higienizar mesas e cadeiras com álcool 70% após o uso de cada cliente

– Uso de máscaras faciais na manipulação de alimentos e durante todo tempo de trabalho  

 

criação de site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui