Seminário no MP abordará a violência silenciosa contra o idoso

0
146

Quebrar o silêncio quanto à violência contra a pessoa idosa. Este é o principal objetivo do Ministério Público de Goiás com a realização de seminário que acontecerá nesta terça-feira, das 8 às 16 horas, no auditório do edifício-sede, em Goiânia.

DCNJHYoW0AI8-PI

O evento está sendo organizado pelo Centro de Apoio Operacional (CAO) dos Direitos Humanos e a 30ª Promotoria de Justiça de Goiânia, com o apoio da Secretaria Estadual de Saúde de Goiás e coordenação da Escola Superior do MP (ESMP). A intenção é que os debates propostos possam promover a reflexão acerca da violência contra os idosos e seu combate, estimulando a implementação de ações a serem desenvolvidas para prevenir ou interromper este ciclo de violência.

Como apoio a esse projeto, a Assessoria de Comunicação Social do MP-GO, em parceria com a Polícia Civil, preparou uma campanha para as redes sociais, na qual estão sendo divulgadas informações quanto aos tipos de violência mais comuns contra os idosos, as formas de denúncias e os canais de atendimento às vítimas. A campanha destaca ainda que situações de violência física ou psicológica contra os idosos podem ser denunciadas pelo número 197, da Polícia Civil, ou o telefone 3243-8203, do MP-GO.

Com a proposta de mobilizar a rede de proteção aos idosos, os debates propostos para o evento vão abordar aspectos como as violências visíveis e invisíveis contra as pessoas idosas, o perfil epidemiológico das violências, a atenção integral à saúde do idoso e o papel do Ministério Público nos casos de violência contra o idoso. Entre os palestrantes estão o promotor de Justiça do MP-GO, Vagner Jerson Garcia, titular da 30ª Promotoria de Goiânia, que é especializada na Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa; Marília Berzins, assistente social e doutora em Saúde Pública; Valéria Pagotto, professora da Universidade Federal de

Goiás e doutora em Ciências da Saúde, e Maria de Fátima Rodrigues, assistente social da Secretaria Estadual de Saúde e especialista em Gerontologia e Saúde do Idoso.

O evento tem como público-alvo os profissionais e acadêmicos das áreas de saúde, educação, assistência social, direito e segurança pública. Confira aqui a programação completa.

Data de enfrentamento

O seminário foi organizado em referência ao Dia Internacional de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa, celebrado no dia 15 de junho. A data foi instituída em 2006, pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa com o objetivo de criar uma consciência mundial, social e política da existência da violência contra a pessoa idosa, e, simultaneamente, disseminar a ideia de não a aceitar como normal.

Dados da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República apontam que, de 2011 a 2015, o Disque Direitos Humanos (Disque 100) recebeu cerca de 100 mil denúncias de violação de direitos da população idosa. A maior parte das denúncias diz respeito à negligência nos cuidados das pessoas com mais de 60 anos, seguidas de violência psicológica e abuso financeiro.

criação de site