‘Um homem, tomou decisões contra todos’, diz Viana sobre Moraes

0
14

O senador mineiro Carlos Viana, do PL, foi um dos 10 contrários ao aval ao decreto de intervenção federal na Segurança Pública do Distrito Federal. O texto, visto pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) como saída para estancar os efeitos do ato golpista ocorrido em Brasília no domingo (8), foi aprovado no Senado nesta quarta-feira (10/1), apesar das vozes dissonantes. Segundo Viana, não é preciso, neste momento, que as forças de segurança do Distrito Federal sejam controladas pela União. Ele ainda protestou contra o afastamento do governador brasiliense Ibaneis Rocha (MDB). A decisão foi proferida pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). “A situação está sob controle e não há mais nada urgente que leve a necessidade de um decreto. Além disso, o afastamento do governador de Brasília por 90 dias, em decisão monocrática do ministro Alexandre de Moraes, é totalmente inconstitucional. Se o governo Lula quer, de fato, pacificar o país, que seja com decisões por meio de diálogo e não apenas para manchetes de jornais”, disse o senador, ao ser questionado pelo Estado de Minas sobre o voto.

Daylimotion

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui