Vanderlan Cardoso defende investimentos nos Parques Tecnológicos de Goiás

0
236

O senador Vanderlan Cardoso (PP-GO) defendeu que a Superintendência de Desenvolvimento do Centro Oeste (Sudeco) priorize os projetos apresentados pelos dirigentes dos Parques Tecnológicos já instalados no estado de Goiás e que carecem de infraestrutura para o pleno funcionamento. A defesa aconteceu durante reunião com o novo superintendente da Sudeco, Nelson Vieira, e cerca de 40 representantes de Universidades, Institutos Federais, Governo do Estado, prefeituras e iniciativa privada, realizada na sede do órgão, em Brasília.

O parlamentar, que é presidente da Comissão de Ciência, Comunicação, Tecnologia e Inovação (CCT), inclusive promoveu, na Comissão, uma audiência pública para debater o  funcionamento desses empreendimentos e como eles podem colaborar com a geração de emprego e renda nos municípios. “Realizamos uma grande audiência pública no Senado e discutimos bastante sobre o assunto. A presença de representantes de parques tecnológicos de outros Estados, já em pleno funcionamento, como o Porto Digital, em Recife; TecnoPuc, em Porto Alegre e São Pedro Valley, em Belo Horizonte, mostrou o quanto Goiás tem a ganhar ao investir nos parques”, explicou Vanderlan.

Para o presidente da CCT, o pleno funcionamento dos parques tecnológicos em Goiás significará a geração de empregos e renda no setor de inovação que carece de mão de obra qualificada. “Por isso, é que estive na Sudeco para apoiar os projetos apresentados visando à liberação de recursos para infraestrutura dos parques”, contou.

Parques tecnológicos promoverão a inovação em várias regiões do estado

Durante a reunião, os representantes dos Parques Tecnológicos apresentaram as áreas de atuação de cada um e relataram que os empreendimentos farão a ponte entre as instituições federais de ensino e o mercado de trabalho. Inicialmente serão cinco parques tecnológicos a serem desenvolvidos no Estado, em Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis, Cidade Ocidental e Rio Verde. Cada unidade respeitará a tradição econômica existente na região de atuação.

Os parques são espaços onde se concentram empresas, universidades, centros de pesquisa e laboratórios que vão dar o suporte para o desenvolvimento regional com a atração de empresas, além de promover a integração das universidades e institutos federais com o mercado de trabalho. “Também é uma forte ferramenta de geração de emprego e renda para os municípios”, destaca o senador Vanderlan Cardoso.

criação de site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui