Volta às aulas é marcada por cumprimento de protocolos de biossegurança

0
158

Ano letivo na rede municipal de Educação teve início nesta quarta-feira (19/1) com atendimento integral aos alunos e rigidez nas medidas contra a Covid-19

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), promoveu na manhã desta quarta-feira (19/1) o início do ano letivo de 2022 das instituições de ensino municipais. A volta às aulas foi marcada pelo cumprimento dos protocolos de biossegurança contra a disseminação da Covid-19 e pela alegria dos alunos no retorno às escolas e Cmeis.

As aulas retornaram em um formato 100% presencial e levaram em conta as normativas da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) que autorizam o funcionamento das instituições de ensino desde que sejam cumpridos rígidos protocolos de biossegurança. Diante disso, toda a comunidade escolar está obrigada a cumprir medidas sanitárias de combate à disseminação da Covid-19, que incluem o uso obrigatório de máscaras, envio de máscara reserva dentro da mochila, higienização frequente com álcool em gel, água e sabão e limpeza recorrente dos ambientes educacionais.

Os protocolos de biossegurança determinam ainda que as refeições sejam feitas em locais arejados e ao ar livre. Além disso, os alunos não devem compartilhar objetos e a aferição de temperatura com termômetro estará mantida. A qualquer sinal de síndrome gripal, a orientação é de que os pais e responsáveis não levem os filhos para as unidades. As medidas de segurança incluem ainda a testagem em massa dos integrantes de toda a comunidade escolar.

O titular da SME, professor Wellington Bessa, destacou a importância do retorno para a recuperação da aprendizagem dos alunos, prejudicada pela pandemia. Estudos e avaliações diagnósticas realizadas pela SME apontaram defasagens no ensino dos estudantes e baixa efetividade no aprendizado. Por este motivo o retorno presencial contará com o apoio de programas como o Aprender Sempre e o Alfabetização em Foco que visam melhorar as aprendizagens.

“Elaboramos dois programas com objetivo de recuperar aprendizagens e aprofundá-las. Entre as medidas, resgatamos a figura do professor regente para o Ensino Fundamental, que será responsável pela turma. Teremos material próprio produzido por professores da SME, ensino de robótica e um novo currículo para o Ensino Fundamental e EJA”, destacou o secretário.

Quem ficou feliz com o retorno das aulas foi a Michelle, gerente comercial e mãe dos gêmeos Téo e Léo, de um ano. “Fiz a matrícula na semana passada, entrei no site e consegui as vagas de imediato. Para mim foi muito bom, porque vou poder voltar a trabalhar. Sei que eles estarão num lugar seguro e confortável, vai ser bom para o desenvolvimento deles, que estão na fase de começar a andar e vão começar a interagir com outras crianças”, destacou.

criação de site

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui