sábado, julho 20, 2024
spot_img
HomeBrasilChrisóstomo: “Lula não pode continuar dirigindo o Brasil como um bêbado irresponsável”

Chrisóstomo: “Lula não pode continuar dirigindo o Brasil como um bêbado irresponsável”

Nas redes sociais, o deputado federal Coronel Chrisóstomo (PL-RO) não maneirou nas críticas ao presidente Lula (PT) e informou que assinou o novo pedido de Impeachment protocolado na Câmara dos Deputados contra o chefe do executivo nacional.

“Lula não pode continuar dirigindo o Brasil como um bêbado irresponsável. É preciso pará-lo. Por isso, com mais outros parlamentares de direita, assinei pedido de impeachment de Lula. Os crimes fiscais não podem continuar neste país. Pedalada fiscal é crime!”, disparou o líder de extrema-direita de Rondônia numa publicação realizada hoje (28) via Instagram.

Até o momento, mais de 50 deputados assinaram o pedido. Os signatários acreditam que Lula praticou as pedaladas fiscais por conta da alteração dos dados do INSS para reduzir em quase R$ 12 bilhões de reais as projeções de despesas com a Previdência Social em 2024.

“No caso em tela há até uma confissão do crime, consistente em uma nota técnica editada pela Coordenação de Orçamento e Finanças do INSS, responsável pelas projeções de gastos do órgão, que teve sua projeção inclusive alterada às pressas, em virtude da exigência legal de publicação do Relatório Bimestral de  Avaliação das Receitas e Despesas Primárias”, justificou Ubiratan Sanderson (PL-RS) autor principal do pedido.

Num passado nada distante, a prática das pedaladas fiscais provocou o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), no segundo mandato, em 2016. Foi o primeiro caso no Brasil que um presidente foi impedido de prosseguir com o mandato por causa da prática considerada criminosa.

Noticias relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Commentarios