terça-feira, maio 28, 2024
spot_img
HomeDestaqueGérard Depardieu é preso em Paris acusado de agressão sexual durante filmagem

Gérard Depardieu é preso em Paris acusado de agressão sexual durante filmagem

O ator francês Gérard Depardieu foi preso, nesta segunda-feira (29), na polícia judiciária de Paris acusado de ter agredido sexualmente duas mulheres.

O ator deverá responder ainda a acusações de ter feito comentários obscenos durante as filmagens de um longa-metragem em 2021 e de um curta-metragem em 2014.

A primeira denúncia foi feita em fevereiro por uma decoradora que trabalhou na produção do filme “Les Volets Verts”, de Jean Becker, e que acusa o ator de agredi-la sexualmente em 2021.

Ela afirma que o artista fez comentários indecentes e depois a “agarrou brutalmente” e “esfregou sua cintura, a barriga, até os seios”.

A segunda mulher, uma ex-assistente de direção, fez uma denúncia semelhante. Segundo ela, Depardieu teria utilizado palavras indecentes por ocasião das filmagens de “Le Magicien et les Siamois”, de Jean-Pierre Mocky.

Em março deste ano, a atriz Anouk Grinberg afirmou que produtores sabiam do comportamento de Depardieu.

“Quando produtores de cinema contratam Depardieu para um filme, sabem que estão contratando um agressor”, disse Grinberg em entrevista à AFP.

Becker, o diretor de “Les Volets Verts, “se atreve a dizer nos jornais que minhas palavras são escandalosas e que, obviamente, se Depardieu tivesse agido mal, teria falado entre homens”, disse ela.

“Sabiam perfeitamente que duas mulheres haviam sido gravemente agredidas. E para encobrir sua covardia, sua incapacidade para proteger as mulheres, [Jean Becker e os produtores] me acusam de mentir.”

Durante a filmagem havia uma profissional encarregada de evitar casos de assédio, mas Grinberg afirmou que nunca a conheceu. “Em alguns filmes com Depardieu, a equipe alertou antes de rodar: ‘se houver algum problema, calem-se. Se falarem, serão demitidos'”, disse.

Em dezembro no ano passado, um vídeo vazado mostrava o ator fazendo comentários misóginos e obscenos. A gravação se somou a dezenas de acusações de violência sexual e uma denúncia de estupro contra Depardieu.

O vídeo vazado foi gravado há cinco anos, durante uma visita de Depardieu à Coreia do Norte, mesmo ano em que a atriz Charlotte Arnould o denunciou por agressão sexual e dois estupros.

“As mulheres adoram andar a cavalo. Seu clitóris roça no punho da sela. Elas gostam muito, são grandes vadias”, diz Depardieu, enquanto assiste a um treino de hipismo. Em seguida, o ator sexualiza uma criança que pratica o esporte. “Isso mesmo, minha garota, continue”, diz.

FolhaPress

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments