quinta-feira, abril 18, 2024
HomeBrasilMesmo o Brasil ser criticado por Macron. Lula ainda estende tapete para...

Mesmo o Brasil ser criticado por Macron. Lula ainda estende tapete para o presidente francês

Conforme o jornalista Claudio Humberto do Diário do Poder, em suas redes sociais, Macron compartilhou informações falsas para prejudicar o Brasil, como no caso de uma foto de um incêndio na floresta ocorrido em território peruano há 20 anos, tirada por um autor já falecido, apresentando-a como “evidência” de que o Brasil estaria destruindo a Amazônia por meio de incêndios criminosos, entre outras alegações infundadas.

Além de mentir, Macron agiu para inviabilizar o que pudesse beneficiar o Brasil, como o acordo Mercosul-União Europeia, prestes a ser celebrado. (Foto: Divulgação)

O presidente Lula (PT) recomendou um protocolo especial, com todas as honras, para receber o presidente francês Emmanuel Macron, que tem se destacado por iniciativas hostis em relação ao Brasil.

Conforme o jornalista Claudio Huberto do Diário do Poder, em suas redes sociais, Macron compartilhou informações falsas para prejudicar o Brasil, como no caso de uma foto de um incêndio na floresta ocorrido em território peruano há 20 anos, tirada por um autor já falecido, apresentando-a como “evidência” de que o Brasil estaria destruindo a Amazônia por meio de incêndios criminosos, entre outras alegações infundadas.

Além de disseminar desinformação, Macron atuou para dificultar qualquer iniciativa que pudesse beneficiar o Brasil, como o acordo entre o Mercosul e a União Europeia, que estava prestes a ser concluído.

Lula concordou com a demanda de Macron para recebê-lo em Belém, sede da COP 30, na terça-feira (26), em vez da capital, como previsto pelo protocolo tradicional.

Macron impôs exigências irrealistas ao agronegócio brasileiro, baseando-se em falsidades, com o claro objetivo de proteger o agronegócio ineficiente da Europa.

As tensões entre Macron e o Brasil aumentaram após o então presidente Bolsonaro fazer comentários considerados ofensivos sobre a esposa de Macron, Brigitte Macron, que é 25 anos mais velha que ele.

Jetss

Macron chega ao Brasil para visita de 3 dias

Líder francês irá a quatro cidades, batizará submarino e terá reuniões com Lula

Nesta terça-feira, 26, o presidente da França chega para uma visita de três dias ao Brasil. A viagem  tem por objetivo reforçar as relações bilaterais, que foram paralisadas durante o governo do ex-presidente Jair Bolsonaro. Macron visitará quatro cidades, acompanhado de ministros e 140 empresários, grande parte de firmas de pequeno e médio portes.

Emmanuel Macron e Lula estarão juntos em Belém, na terça-feira, primeiro dia de viagem do presidente da França. Essa primeira fase da agenda tratará de meio ambiente, com ênfase para clima e proteção das florestas.

Macron dirá que a França quer ser um parceiro de referência para o Brasil. Conversará com Lula sobre ações para mitigar os efeitos do aquecimento global e para que os habitantes da Amazônia vivam com dignidade, sem precisarem desmatar. A reforça das instituições multilaterais, como o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Conselho de Segurança da ONU também farão parte da agenda, segundo apuração do jornal O Globo.

Na terça, Macron vai condecorar o cacique Raoni com a Legião de Honra, a mais alta distinção francesa. Raoni Metuktire receberá em Belém, no Pará, essa ordem no grau de oficial, como “figura internacional da luta pela preservação da floresta amazônica e a cultura dos povos originários”, segundo a presidência francesa.

Exame

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments