quinta-feira, julho 25, 2024
spot_img
HomeBrasilO que diz o preferido do PT para o Ministério da Justiça...

O que diz o preferido do PT para o Ministério da Justiça sobre indicação de Lewandowski

Preferido por setores do PT para a vaga no Ministério da Justiça e Segurança Pública, Marco Aurélio de Carvalho, coordenador do grupo Prerrogativas, afirma que o ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, escolhido pelo presidente Lula para a pasta, terá seu “total apoio”.

O coordenador do Prerrogativas disse ao Estadão estar “honrado com os apoios que recebeu”, mas opina que Lewandowski é “um grande nome e tem todas as condições de fazer uma grande gestão”.

Marco Aurélio acrescenta que os desafios do novo ministro “não são pequenos”. Entre os temas mais urgentes para a gestão, ele chama a atenção para o enfrentamento do racismo estrutural e dos problemas no sistema carcerário.

Quem apoiava Marco Aurélio de Carvalho para o Ministério

A mobilização de integrantes do PT pela indicação de Marco Aurélio se intensificou a partir da aprovação de Flávio Dino para o Supremo Tribunal Federal. Como mostrou a Coluna do Estadão, o nome de Carvalho tinha apoio da maioria do partido em todas as suas correntes internas.

Grupos fora do PT também avalizavam o nome do advogado. A frente ampla de apoios ia desde petistas históricos, como o deputado estadual Emídio de Souza (PT-SP) e o deputado federal Rui Falcão (PT-SP), até setores evangélicos, como o Fórum Evangélico Nacional de Ação Social e Política (Fenasp), que emitiu nota interna elogiando a “capacidade de diálogo” de Marco Aurélio.

O ex-ministro de Lula e Dilma, Edison Lobão, também tinha apreço pela indicação do advogado. “Grande jurista”, afirmou Lobão à Coluna do Estadão, destacando que, a escolha seria a de um nome “de confiança do presidente Lula”. Durante as férias de fim de ano, Carvalho, já cotado para o ministério, acompanhou o presidente em um passeio no Quilombo da Marambaia, no Rio de Janeiro.

Grupo Prerrogativas no Ministério da Justiça

O Prerrogativas é um grupo de juristas, advogados e acadêmicos de Direito que se notabilizou pelas críticas contra a Operação Lava Jato e pela atuação judicial contra a prisão em segunda instância.

Antonio Mariz de Oliveira, Alberto Toron e Marco Aurélio Carvalho em jantar do grupo Prerrogativas em 2019 Foto: Silvana Garzaro/Estadão

Antonio Mariz de Oliveira, Alberto Toron e Marco Aurélio Carvalho em jantar do grupo Prerrogativas em 2019 Foto: Silvana Garzaro/Estadão© Fornecido por Estadão

Se a indicação de Marco Aurélio de Carvalho prevalecesse, ele não seria a primeira pessoa próxima à entidade a integrar a pasta de Justiça, pois Augusto de Arruda Botelho e Wadih Damous, secretários de Flávio Dino, mantêm relação com o Prerrogativas.

‘Mais do que preparado’, diz Carvalho sobre Lewandowski

Ao Estadão, Marco Aurélio de Carvalho já havia clamado pela indicação de Ricardo Lewandowski, que seria, na perspectiva do advogado, “um nome de consenso”. “(Lewandowski) Está mais do que preparado para enfrentar as mazelas do sistema de segurança e do nosso sistema de Justiça”, disse Carvalho ainda em dezembro de 2023.

Marco Aurélio de Carvalho e Ricardo Lewandowski estavam no páreo para a indicação à pasta de Justiça e Segurança Pública ao lado de nomes como Jorge Messias, advogado-geral da União, Ricardo Cappelli, número dois de Dino, e Simone Tebet, ministra do Planejamento e Orçamento.

Estadão

Noticias relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Commentarios