domingo, julho 21, 2024
spot_img
HomeBrasilFilho de Lula, acusado de agredir a ex, diz que pai está...

Filho de Lula, acusado de agredir a ex, diz que pai está “chateado”

Luís Cláudio Lula da Silva, de 39 anos, filho caçula do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e acusado de agredir a ex-namorada, disse que seu pai está “chateado”.

Em entrevista ao UOL, Cláudio falou que seu pai está chateado com a situação, mas que conhece sua índole e sabe que ele “jamais faria tal coisa”. “Meu pai está chateado por ela ter tomado essa decisão. Ninguém esperava que ela fosse jogar tão baixo. Meu pai conhece minha índole, conhece o meu jeito de ser, sabe que jamais eu faria tal coisa”, afirmou.

Na última terça-feira, a médica Natália Schincariol, de 29 anos, registrou um B.O. (boletim de ocorrência) na Delegacia da Mulher de São Paulo por agressão física e psicológica. Na sequência, o TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) concedeu uma medida protetiva, proibindo Luís Cláudio de se aproximar de Natália.

Lula e aliados estão sendo cobrados pela oposição para se posicionar sobre o caso, mas se mantêm em silêncio. Na opinião de Luís Cláudio, o governo não deve se pronunciar sobre sua vida particular. “Tenho 40 anos e sei me defender bem na justiça. A justiça sempre prevalece e é isso que me faz e me dá muita tranquilidade para dormir todos os dias tranquilo. Não perco uma hora de sono. Eu avisei, em todas as vezes que ela me ameaçou me denunciar, que as mentiras teriam que ser provadas. Agora, é esperar a justiça”, finalizou.

Natália afirmou, em depoimento, que foi vítima de agressão física, verbal e psicológica.

No boletim, divulgado em sites de notícias, a vítima, que tem 29 anos, afirma que “as agressões são de natureza física, verbal, psicológica e moral”. Ela relatou que o filho de Lula deu “uma cotovelada na barriga” dela “em uma das brigas no final de janeiro deste ano”, quando ele teria se recusado a entregar o celular da companheira. Disse também que os casos de violência “têm se intensificado ao longo do tempo”, colocando em risco sua integridade física e mental.

À polícia, ela afirmou que já foi afastada do trabalho por um mês, “devido ao trauma causado pelas agressões”, e “hospitalizada com crises de ansiedade”. Disse também que recebe ameaças e ofensas constantes de Luís Cláudio, sendo chamada de “doente mental”, “vagabunda” e “louca”. Registrou também que ele “manteve relações sexuais com outras mulheres de forma desprotegida” e que ele “chegava em casa bêbado” e tentava entrar em seu quarto mesmo ela pedindo para que ficasse distante.

A vítima afirma ainda que tem sido “manipulada” e “ameaçada” para não denunciar as agressões, sob a alegação de que o agressor é filho do presidente e que “possui influência para se safar das acusações”.

Jetss

Noticias relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Commentarios