sábado, julho 20, 2024
spot_img
HomeCidadesPrefeitura descarta possibilidade de rodízio ou pedágio em Goiânia

Prefeitura descarta possibilidade de rodízio ou pedágio em Goiânia

A possibilidade de implantação de pedágio ou rodízio na capital goiana está descartada. É o que afirmou, na manhã desta terça-feira (16/4), o gerente de gestão territorial e mobilidade da Prefeitura de Goiânia, Jonas Guimarães. “Nós pensarmos agora como será o pedágio é a mesma coisa de pensar como será habitar a lua”, revelou em entrevista coletiva concedida no Paço Municipal.

A declaração foi durante o detalhamento do novo Plano de Mobilidade publicado pela gestão municipal na sexta-feira (12/4). O documento gerou dúvidas devido à amplitude do texto apresentado, citando, entre outros pontos, “taxa de congestionamento” e “cobrança pelo uso do sistema viário” como forma de desestimular o uso do transporte individual, levantando as hipóteses de pedágio urbano ou rodízio de veículos, realidade de outras capitais.

Segundo Guimarães, nenhuma das possibilidades, no entanto, é cogitada atualmente. “O pedágio é o cúmulo do fracasso de um plano de mobilidade. É algo que está na lei orgânica do município. O plano de mobilidade não implementou o pedágio: ele é um estudo técnico e científico em que o pedágio é um futuro ‘negro’ a ser pensado”.

O coordenador afirma que, por ser uma possibilidade prevista em lei, tais medidas são mencionadas no plano, mas que só serão discutidas em último caso. “Isso não está sendo proposto como ação administrativa ou técnica”, assegura. Segundo ele, o plano é “para que nada drástico possa acontecer no município de Goiânia”.

Transporte público
O Plano de Mobilidade, um documento com mais de 400 páginas, traz uma série de propostas para melhorar o tráfego na capital. Entre outras possibilidades que, de fato, serão implementadas estão o retorno das bicicletas compartilhadas e do CityBus, além da ampliação da frota de ônibus e reorganização das linhas, assim como ampliação do estacionamento por área azul.

O documento pode ser lido aqui.

A Redação

Noticias relacionadas

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -spot_img

Mais Lidas

Commentarios