terça-feira, abril 23, 2024
spot_img
HomeBrasilProcissão do Fogaréu reúne cerca de 20 mil pessoas na cidade de...

Procissão do Fogaréu reúne cerca de 20 mil pessoas na cidade de Goiás

Realizada há 279 anos, a Procissão do Fogaréu reuniu cerca de 20 mil pessoas na cidade de Goiás na madrugada desta quinta-feira (28/3). A manifestação religiosa foi acompanhada pelo governador Ronaldo Caiado e pela coordenadora do Goiás Social, primeira-dama Gracinha Caiado, ao lado de fiéis, turistas e moradores da antiga capital.

O trajeto se iniciou nas escadas da Igreja da Boa Morte, passando pelo Santuário de Nossa Senhora do Rosário, Igreja São Francisco de Paula, e se encerrou no mesmo local do ponto de partida.

“É muito lindo apreciar essa tradição, uma das mais reconhecidas do país”, destacou o governador. “É a nossa cultura e história, que tive a felicidade de acompanhar desde a infância. Me apego e sempre realço nosso respeito às tradições no cenário nacional”, completou Caiado. Segurando uma tocha, ele participou de todo o percurso da encenação de caçada e prisão de Jesus Cristo.

Neste ano, o Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult Goiás), investiu R$ 260 mil na realização da Semana Santa na Cidade de Goiás pelo Programa Goyazes, com o patrocínio do grupo Equatorial Energia. O valor foi destinado para custear gastos como: limpeza, figurino, decoração, equipe de produção e acessibilidade, além de serviços de reparos e manutenção da fanfarra.

Ronaldo Caiado participou de todo o percurso (Foto: Hegon Corrêa)

Gracinha Caiado, que visitou os organizadores do evento na tarde de quarta-feira (27/3), ressaltou o repasse às entidades. “Todas foram atendidas. Conseguimos fazer mais roupas e aquisição de tochas e querosene. As pessoas são voluntárias, mas muitas delas são carentes. As passadeiras que trabalham, e que fariam isso mesmo se não tivessem o recurso, estão recebendo”, comemorou.

Manifestação cultural
A Procissão do Fogaréu, realizada desde 1745 na antiga capital do estado, é uma manifestação cultural trazida pelo padre espanhol João Perestello de Vasconcelos Spíndola. A encenação reproduz a prisão de Jesus Cristo pelos soldados romanos, representados por 40 farricocos, que caminham descalços pelas ruas de pedra da cidade, com vestes longas de cores vibrantes, chapéus pontudos e segurando tochas. O evento é marcado por muita emoção por todos os espectadores. Em 2023, a festividade foi sancionada como Patrimônio Cultural e Imaterial do Estado.

A primeira-dama Gracinha Caiado destacou as ações do governo em apoio ao evento (Foto: Hegon Corrêa) 

Centro Histórico de Goiás (GO)

A cidade de Goiás é testemunha da ocupação e da colonização do Brasil Central nos séculos XVIII e XIX. As origens da cidade estão intimamente ligadas à história das bandeiras que partiram principalmente de São Paulo para explorar o interior do território brasileiro. O conjunto arquitetônico, paisagístico e urbanístico do centro histórico de Goiás foi tombado pelo Iphan em 1978 e o reconhecimento como Patrimônio Mundial veio em 16 de dezembro de 2001.

Procissão do Fogaréu: tradição centenária atrai milhares de fiéis à cidade de Goiás

Há 279 anos, a Cidade de Goiás (GO) é palco de uma das maiores festividades religiosas do país: o Fogaréu. O evento, que reúne milhares de turistas todos os anos, é realizado pela própria comunidade com o apoio da Diocese de Goiás – Catedral de Sant’Ana e do Governo de Goiás.

Preparação

O Fogaréu é um evento que atrai milhares de pessoas. De acordo com Rodrigo dos Santos, presidente da Organização Vilaboense de Artes e Tradições (OVAT), a preparação demanda meses de antecedência e o esforço de muitos voluntários, que se dedicam a tarefas que vão desde funções burocráticas até reparos nos figurinos.

Uma grande novidade neste ano da Semana Santa na cidade de Goiás é a acessibilidade. Com os recursos investidos por parte do Governo de Goiás foram contratados intérpretes de libras para as cerimônias e criadas áreas reservadas, próximas aos palcos das celebrações e atrações, destinadas ao acesso de pessoas idosas, com deficiência, gestantes e lactantes.

A Redação

 

 

RELATED ARTICLES

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular

Recent Comments